SEO é conseqüência de um trabalho bem feito

SEO é a sigla em inglês para Search Engine Optimitazion, ou, numa tradução literal, otimização em engenhos de busca. No Brasil, entretanto, a tradução ficou mais conhecida pela sigla MOB, que quer dizer Marketing de Otimização em Buscadores. Independente do termo usado, a essência da especialidade é: deixar um site aparecendo nas primeiras posições dos buscadores quando alguém faz uma busca com palavra-chave relacionada ao tema daquela página.

Muita gente pode pensar: ah, isso é fácil, você paga e eles colocam lá o site nas primeiras posições. Não é bem assim. Os links patrocinados realmente colocam os sites no topo do resultado da busca, mas em uma seção separada da dos resultados. Em segundo lugar, existem inúmeros buscadores disponíveis na internet, muito embora a maioria das pessoas associe erroneamente SEO ao Google, como fiz propositadamente no título deste texto.

Não me parece natural que uma empresa tenha que pagar por anúncios em todos os buscadores que quiser aparecer nas primeiras posições. Google, Yahoo, Altavista, UOL Busca, Radix, Dogpile, MetaCrawler, Excite… a lista é interminável e o orçamento provavelmente não daria conta de todos, na maioria dos casos.

Também não me parece ideal que a empresa tenha que pagar somente para que alguém aplique técnicas de SEO em seu site.

Primeiro, por que é difícil garantir que as técnicas sejam realmente funcionais. Os mecanismos de busca usam algoritmos fechados para determinar a posição das páginas na lista de resultados. Além de fechados, esses algoritmos podem ser modificados quando os buscadores percebem que podem estar sendo manipulados.

Segundo, por que aparecer bem nos resultados da busca é uma conseqüência natural de um site bem estruturado e com conteúdo de qualidade.

Veja bem, se o site for construído seguindo as recomendações do W3C, as chances de ele aparecer bem no Google e outros buscadores inteligentes são grandes. Se você marca um título com h1, a tag apropriada para títulos, o robô que indexa os sites vai perceber que ali tem um conteúdo importante. Isso não acontece se o título é marcado com algo como font size=”5″ strong.

Se, além disso, o conteúdo for de qualidade, as chances de sucesso em buscadores aumentam ainda mais. A popularidade de links é fator crucial para o posicionamento de um site nos resultados. Isso significa que, quanto mais pessoas fizerem links para um determinado site, mais bem colocado ele aparecerá nos resultados da busca.

O mais legal disso tudo é que, dessa forma, os buscadores estão privilegiando quem estruturou o site de maneira correta e, além disso, colocou na rede um conteúdo de relevância. Assim, os buscadores garantem que os melhores sites apareçam bem nos resultados, satisfazendo o usuário com as melhores opções logo no topo da lista.

Conteúdos relacionados

Perguntas & Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Boa Walmar… Simples e direto 😉

    Naum eh necessário somente ter um código validado na W3C, mas tb com uma boa estrutura, semantica, entre outros… 😉

  2. O artigo está realmente excelente e retrata o que a gente que trabalha com web vê na maioria das vezes, mas como se explica os primeiros lugares de sites ainda com má estrutura?

  3. Saudações! Primeiro comentário por aqui! Parabéns pelo post! Escrito numa linguagem que meus clientes entenderiam! Gostaria de pedir autorização para publicar este texto em meu site, como artigo, deixando bem claro os créditos!

    Um abraço,

    Vedovelli

  4. Forcing her to stay still, while deeply impaled, I took out the athletic support bandages Id found in her bathroom and carefully wrapped them about her arms so that in the end each whole arm was secured from just below the shoulder to the wrist against the chair backs outer spindles. In this position her now purple breasts hung proudly out over the chair back. Using the same type of restraint I secured her legs in a frog like position to the lower chair, but I was unhappy because she could still move her chest and hips enough to cause problems so I walked out to my truck and came back with some webbed cargo straps and their ratchets. I used on over her hips to press her further unto the intruding toy in her pussy and then used a second to make sure her chest movement was not such as to change to location of her breasts. Next I blindfolded her with scarf. Gathering the other items I had found I reached down and turn on the sex toy.

  5. Sites precisam linkar você, mas o google tem a mania de ir liberando os links aos poucos, em 6 meses normalmente não passam de 11 que ele considera, depois de um ano tendem para 26 etc etc….. portanto a idade do site também é muito importante

  6. Parabéns pelo artigo.

    Reforço que a “popularidade de links é fator crucial”. Existem sites que não são feito em padrões web e retornam entre os primeiro resultados.

    Usar padrões web é importânte, mas deve-se levar em conta os fatores off site.

    Grande abraço

  7. O fato de alguns sites fora dos padrões estarem bem colocados é, como já falaram , devido aos links a ele e o conteúdo atuaizado constantemente (gerando reindexação de páginas novas). Eu mesmo mantenho um site totalmente fora dos padrões, com menu em JS que se procuras por “pib estadual” ele é no mínimo o segundo resultado, perdendo somente para o IBGE (que é a instituição que coordena essas atividades de estudo nacionalmente).
    Isso sem aplicar técnicas de SEO ou webstandards (ainda, mas estamos migrando).