Processo de criação de conteúdos: o Checklist Centenário para você planejar, produzir e divulgar o melhor conteúdo da sua vida

Processo de criação de conteúdos: o Checklist Centenário para você planejar, produzir e divulgar o melhor conteúdo da sua vida

Processo de Criação de Conteúdos

Você já imaginou ter um processo de criação de conteúdos que fizesse com que você produzisse melhor, mais rápido e com mais eficiência?

Um processo de criação de conteúdos que garantisse que você está cobrindo todas as possibilidades, sem deixar de lado nenhuma oportunidade?

Um processo que resolvesse a angústia de sentar em frente ao computador e ou não saber o que produzir ou criar conteúdo medíocre?

Se você acompanhou as últimas aulas da curso Presença Digital de Zero a Dez, eu tenho uma boa notícia. Você já tem esse processo de criação de conteúdos!

Durante 18 aulas, nós analisamos em detalhes cada pedacinho de um minucioso processo de criação de posts, imagens, vídeos e outros formatos para uma estratégia de marketing de conteúdo.

Agora chegou a hora de colocar todo esse processo de criação de conteúdos em um só lugar, de forma organizada.

É hora de ordenar a versão final do checklist e da planilha de conteúdos!

Como usar os checklists do processo de criação de conteúdos

Checklist de produção de conteúdo

Antes de começarmos, deixe-me dar algumas instruções básicas.

A primeira é a que eu venho falando ao longo das últimas aulas. Os checklists que apresento são modelos. Você precisa adaptar às necessidades do seu projeto.

A segunda é que os checklists não substituem a leitura das aulas do curso.

Vou procurar deixar tudo o mais prático e direto possível aqui, mas é fundamental que você estude as aulas anteriores para entender a fundo o processo de criação de conteúdos.

Cada item do checklist pode ser expandido para você obter mais informações, dicas práticas, ferramentas etc.

A terceira instrução é que, antes de produzir conteúdos, você tem que elaborar sua estratégia de conteúdo, fazendo as Tarefas #18 e #19.

A quarta e última instrução é que esse processo considera que você usa o WordPress para criar seus conteúdos na internet.

No entanto, se você usa outro gerenciador de conteúdo, tudo o que vai ser dito aqui também pode ser aplicado, com as devidas adaptações.

Ao final desta aula, você poderá baixar modelos dos checklists, bem como da planilha do processo de criação de conteúdos.

Tudo certo? Então vamos aos checklists.

1. Fase de Preparação

Processo de produção de conteúdo: Preparação

Criar uma cópia do checklist e da planilha
No seu gerenciador de tarefas favorito, crie uma cópia do checklist. No programa de planilhas, crie uma cópia da planilha do processo de criação de conteúdos.

Gerenciadores de tarefas

Softwares de Planilhas

Criar documento de anotações para o post
Crie um novo documento em uma ferramenta de anotações para reunir os dados que vai coletar sobre o tema.

Ferramentas de anotações

Definir na planilha o tema geral do conteúdo
Abra a planilha e escreva qual o tema sobre o qual pretende produzir um novo conteúdo. Não se preocupe ainda com as palavras, simplesmente escreva o tema.

Você pode ter um banco de temas pronto para o seu projeto, conforme dito na Tarefa #20.

Instruções

Definir na planilha os objetivos do novo conteúdo
Escreva na planilha quais são os seus objetivos com o novo conteúdo a ser produzido, de acordo com o modelo de negócio que você definiu na Tarefa #4.

Cada novo conteúdo que você produz deve contribuir para a estratégia de conteúdo traçada na Tarefa #18.

Instruções

Definir na planilha a quem se dirige o novo conteúdo
Pergunte-se: Quem eu estou querendo ajudar com esse novo conteúdo?

Escreva pensando nesses destinatários, que devem ter as características da persona que você definiu na Tarefa #3.

Instruções

Definir na planilha a chamada para ação
Sabendo qual o seu objetivo com o novo conteúdo e para quem escrever, defina na planilha qual a chamada para ação, ou seja, o que você vai pedir que essas pessoas façam ao consumir o seu conteúdo.

Essa chamada deverá aparecer na introdução, no desenvolvimento e especialmente na conclusão do seu conteúdo.

Exemplos de chamadas para ação

  • Cadastre seu e-mail para receber mais conteúdos como este
  • Deixe um comentário logo abaixo com suas dúvidas sobre o assunto
  • Curta o vídeo e assine o canal
  • Clique aqui para comprar o ebook

Instruções

Pesquisar se há demanda sobre o assunto
Para usar o seu tempo de forma efetiva, procure apenas produzir conteúdo que as pessoas queiram consumir.

Por isso, pesquise sobre o tema nos mecanismos de busca e nas redes sociais. Se necessário, pergunte para a sua lista de emails se eles têm interesse no tema.

Roteiro para pesquisar demanda sobre o assunto

  1. Pesquise o tema no Google e observe a quantidade de resultados sobre o assunto. Entre nas páginas e veja se há bom número de comentários e compartilhamentos nas redes sociais.
  2. Pesquise o tema em redes sociais como YouTube, Facebook, Twitter, Pinterest, Slide Share e Instagram para observar se conteúdos sobre o assunto têm boa repercussão. A quantidade de compartilhamentos em redes sociais também pode ser analisa por meio do BuzzSumo.
  3. Pesquise na Amazon se existem muitos livros sobre o assunto.
  4. Utilize o Google Trends para observar se a procura sobre o tema escolhido tem crescido ou diminuído nos últimos tempos.
  5. Utilize o Google Adwords para saber se existem muitos anunciantes para esse assunto.

Instruções

Ler os principais resultados encontrados para analisar formas de diferenciação
Ao pesquisar a demanda sobre o tema nas redes sociais, observe os principais resultados e veja em que formato o assunto é abordado.

Leia os melhores conteúdos para identificar oportunidades de se destacar produzindo um conteúdo diferente.

Suas formas de diferenciação devem estar relacionadas ao posicionamento de mercado que você definiu na Tarefa #5.

Instruções

Definir na planilha as formas de diferenciação
Na planilha do processo de criação de conteúdos, anote as formas pelas quais você pode diferenciar o seu conteúdo dos que já existem na internet.

Opções de diferenciação

  • Na forma: se existem muitos textos sobre o assunto, faça um vídeo. Se há muitos vídeos, produza um infográfico. Ou um podcast.
  • Na qualidade: se existem conteúdos muito superficiais, faça um bem aprofundado. Se existem os aprofundados, faça um “trocando em miúdos” para apresentar o conteúdo de forma mais simples e direta.
  • Na abordagem: se os conteúdos são sérios, faça um descontraído. Se são opinativos, faça um embasado em fatos.
  • No conteúdo: fale sobre aspectos que a maioria dos conteúdos não fala. Escreva sobre outros pontos de vista, opiniões divergentes, minoritárias.

Instruções


2. Fase de Pesquisa de Palavras-Chave

Processo de produção de conteúdo: Pesquisa de Palavras-Chave

Abrir uma janela anônima do navegador e buscar no Google o tema desejado
Definido o tema geral, resta descobrir quais palavras-chave melhor representam esse assunto e como seu público as busca.

Com o seu navegador no modo anômico (para excluir preferências pessoais), abra o Google e comece a digitar tais possibilidades.

Instruções

Anotar na planilha as possíveis palavras-chave
Você verá que o próprio Google irá oferecer sugestões para completar o que você está digitando.

Anote essas sugestões na planilha do processo de produção de conteúdos e depois faça uma busca para cada uma delas.

Ao final da página de resultados de busca, o Google mostrará cerca de oito outras sugestões agrupadas no título Pesquisas relacionadas. Anote também essas sugestões.

Repita o processo para os diversos termos que você tem em mente sobre aquele assunto. Procure ser mais específico e menos genérico.

Instruções

Ordenar as possíveis palavras-chave de acordo com o volume de buscas
Utilize uma ferramenta para identificar o volume de buscas de cada uma das possíveis palavras-chave que você anotou na planilha.

Preencha a coluna do volume de buscas e depois ordene a planilha de acordo com esse valor.

Se a ferramenta informar, anote também a dificuldade para rankear na palavra-chave.

Lembre-se de restringir o país para Brasil e o idioma para português.

Ferramentas de Pesquisa de Palavras-Chave

Instruções

Analisar as dificuldades e oportunidades das possíveis palavras-chave
Analise as opções para ver se é melhor explorar a palavra-chave mais buscada (e, portanto, mais disputada) ou se há outras oportunidades.

Como fazer a análise

Analise as dificuldades e oportunidades as palavras selecionadas. Alguns pontos que você pode levar em consideração:

  • Competição: muitas ferramentas indicam se a palavra-chave tem muita competição entre os anunciantes.
  • Qualidade dos artigos mais bem posicionados: analise os 10 primeiros resultados de busca das principais palavras e veja se são links de qualidade. O que você deve pensar é se consegue produzir um conteúdo melhor (mais relevante) do que aqueles.
  • Autoridade dos sites mais bem posicionados: outra análise a ser feita é a autoridade do domínio e da página (conhecidos como DA e PA, de domain autority e page autority) dos links mais bem posicionados. Se as primeiras posições são ocupadas por sites de grande autoridade, dificilmente um projeto novo conseguirá bons posicionamentos com rapidez. Essa informação é fornecida por ferramentas como o Moz, inclusive na versão gratuita da extensão Moz Bar.
  • Backlinks: antigamente, a quantidade de links apontando para determinada página tinha grande importância no Google, mas parece que isso também vai decaindo com o tempo. Ainda assim, é um dado que pode ser considerado. Algumas ferramentas fornecem essa informação.

Ferramentas de Análise de Palavras-Chave

Instruções

Escolher uma palavra-chave principal e até 4 secundárias
Após a análise, marque de verde na planilha a palavra-chave principal escolhida. Se quiser, marque de amarelo até 4 palavras-chave secundárias, para explorar a cauda longa.

Instruções


3. Fase de Pesquisa do Conteúdo

Processo de produção de conteúdo: Pesquisa

Analisar na planilha os prós e contras dos 10 primeiros resultados de busca do Google para a(s) palavra(s) escolhida(s)
Abra uma janela anônima do navegador e busque no Google a palavra-chave principal.

Clique em cada um dos 10 primeiros resultados e analise o conteúdo, anotando na planilha os pontos positivos e negativos de cada um.

Se encontrar alguma informação que possa ser usada, anote na sua ferramenta de anotações o trecho e a fonte.

Caso esteja trabalhando com palavras-chave secundárias, repita a operação para cada uma delas.

Ferramentas de anotações e coleta de informações

Instruções

Analisar na planilha os prós e contras dos 10 primeiros resultados de busca do Google em inglês para a(s) palavra(s) escolhida(s)
Se você lê em inglês, repita o mesmo procedimento, porém buscando no Google a sua palavra-chave em inglês.

Como existe muito mais conteúdo neste idioma, é provável que você encontre boas informações para enriquecer o seu conteúdo.

Caso esteja trabalhando com palavras-chave secundárias, repita a operação para cada uma delas.

Instruções

Pesquisar no Buzzsumo os conteúdos mais compartilhados
Além do posicionamento no Google, outro fator que diz se um conteúdo é relevante é a quantidade de compartilhamentos.

Pesquise sua(s) palavra(s)-chave no Buzzsumo e analise os pontos positivos e negativos dos 10 conteúdos mais compartilhados.

Ferramentas

Instruções

Pesquisar a palavra-chave nas redes sociais
Busque a(s) palavra(s) escolhida(s) nas redes sociais.

Você vai entender melhor como as pessoas tratam o assunto e pode encontrar novas informações para enriquecer o seu conteúdo.

Se quiser ir além, busque também em inglês. Vá guardando essas referências na sua ferramenta de anotações.

Rede Sociais a serem pesquisadas

  • Facebook
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram
  • SlideShare
  • Linkedin
  • Pinterest
  • Medium

Instruções

Estruturar o conteúdo em tópicos e subtópicos
Com base na pesquisa realizada e nas suas anotações, crie um mapa mental para estruturar o seu conteúdo em tópicos e subtópicos.

Analise em que formato (texto, vídeo, imagem, infográfico etc.) cada tópico pode ser melhor abordado.

Estime também a extensão de cada tópico.

Ferramentas para criar mapas mentais

Instruções

Definir na planilha se haverá recompensa digital específica
Recompensa digital, isca digital ou oferta de conteúdo (em inglês, lead magnet) é um arquivo gratuito que você oferece em troca do cadastro do e-mail do visitante geralmente em uma página de captura.

Falaremos sobre ela na Etapa 5 do curso Presença Digital de Zero a Dez.

Se o novo conteúdo pode gerar um e-book, infográfico, cheklist ou outro arquivo, considere oferecê-lo em troca do e-mail do seu visitante.

Ferramentas para captura de e-mails em troca de recompensa digital

Ferramentas de e-mail marketing


4. Fase de Criação do Conteúdo

Processo de produção de conteúdo

Abrir o WordPress e colocar a palavra-chave no título, slug e Yoast SEO
Crie um novo post no WordPress e já informe no respectivo campo do plugin Yoast SEO a palavra-chave escolhida.

Escreva-a também no título e no slug do post.

Se quiser analisar palavras-chave secundárias, é preciso ter a versão premium do plugin. Salve o post como rascunho.

Ferramentas

Definir a história a ser contada
Pense em uma história que possa ilustrar, ou ao menos introduzir, o assunto sobre o qual você vai tratar no conteúdo.

Utilize as técnicas de storytelling para prender a atenção do público.

Instruções

Escrever a introdução, com a palavra-chave em negrito no primeiro parágrafo
Adapte o modelo de introdução escolhido e escreva o início do seu texto.

Certifique-se de utilizar a palavra-chave principal já no primeiro parágrafo (recomendação do Yoast) ou nas primeiras 100 palavras (recomendação da Moz).

Coloque o termo em negrito, para deixar bem claro ao seu público o tema a ser tratado.

Ferramentas

Instruções

Escrever o índice de conteúdo com a lista de tópicos
Finalize a introdução antecipando para o público a lista de tópicos que serão abordados no desenvolvimento.

Esses são os tópicos de primeiro nível que você definiu na estruturação do post.

Instruções

Escrever o desenvolvimento já pensando na formatação
Escreva o desenvolvimento do seu conteúdo, preenchendo as lacunas entre cada tópico e subtópico definido com suas ideias e com as informações que coletou durante a fase de pesquisa.

Se precisar, use um dos 6 tipos de artigos mais populares. Cuide da formatação, para que o seu texto fique “escaneável” pelo leitor.

Dicas para formatação do texto

  • Divida o texto em tópicos e subtópicos com no máximo 300 palavras cada (no Google Chrome, adicione a extensão Word Count Tool para contar palavras)
  • Escreva parágrafos curtos, com no máximo cinco linhas, atendo-se a uma ideia por parágrafo
  • Deixe uma linha em branco entre cada parágrafo
  • Certifique-se de que a maioria das frases são curtas, com no máximo 20 palavras
  • Destaque em negrito as palavras ou frases que resumam a ideia de um trecho do texto
  • Use e abuse de listas, como esta aqui
  • Cite frases famosas de pessoas relevantes para o seu nicho (use a tag blockquote e tenha um visual diferenciado para ela)
  • Prefira utilizar algarismos para os números em vez de escrevê-los por extenso
  • Ilustre o seu texto com imagens
  • Incorpore ao menos um vídeo ao longo do desenvolvimento
  • Tenha pelo menos um link externo para um site de autoridade no assunto
  • Faça links para conteúdos antigos do seu blog quando escrever uma palavra-chave que você já explorou anteriormente

Modelos de posts

Instruções

Escolher um dos modelos de conclusão
Escreva a conclusão potencializando o engajamento do seu público
Com base no modelo de conclusão escolhido, escreva a conclusão.

Lembre-se de que este é o momento mais favorável para pedir algo ao seu público.

Então potencialize o seu engajamento, reforçando a chamada para ação ou pedindo algo que faça com que o conteúdo cumpra o objetivo que você definiu na Fase de Preparação.

Instruções

Insira a chamada para ação na introdução, desenvolvimento e conclusão
Certifique-se de que a chamada para ação que você definiu na Fase de Preparação está presente nas três partes do seu conteúdo.

Use-a de forma leve na introdução, moderada no desenvolvimento e com mais força na conclusão.

Instruções

Escrever de 10 a 25 opções de títulos na planilha de modelos de títulos
Na aba de Modelos de Títulos da planilha do processo de criação de conteúdos, passe linha a linha pelos modelos e escreva ao lado a sua versão daquele título.

Tenha entre 10 e 25 opções para escolher.

Instruções

Escolher o melhor título
Leia todos os títulos que você escreveu e escolha o melhor deles. Para escolher, pense Se eu fosse o público-alvo deste conteúdo, clicaria neste título?.

Instruções

Aproveitar os demais títulos nos tópicos e subtópicos
Entre os demais títulos que você criou, aproveite as boas ideias para usar como títulos dos tópicos e subtópicos do seu conteúdo.

Instruções

Escrever o título para os mecanismos de busca
A página de resultado de busca do Google possui uma largura máxima para exibir o seu título. O que estiver além disso, será cortado.

No WordPress, utilize o plugin Yoast para saber como escrever títulos para mecanismos de busca. Ele vai mostrar se o seu conteúdo está longo ou curto demais, além de analisar outros fatores.

Títulos mais específicos funcionam melhor no Google, já que o usuário está buscando algo definido. Em resumo, trata-se de um título mais prático.

Ferramentas

Instruções

Escrever a meta descrição para os mecanismos de busca
No Yoast, preencha o campo da meta descrição, incluindo a palavra-chave principal.

Escreva tendo em mente que esse é o trecho que vai aparecer nos resultados de busca do Google. Portanto, antecipe para o público o que será encontrado no seu conteúdo.

Ferramentas

Instruções

Escrever título e descrição para o Facebook
No Yoast, clique na aba Social > Facebook e escreva o título e a descrição para o Facebook.

Atente para a quantidade de caracteres e invista em um título mais aspiracional, com mais chances de ser compartilhado.

Ferramentas

Instruções

Escrever título e descrição para o Twitter
No Yoast, clique na aba Social > Twitter e escreva o título e a descrição para o Twitter.

Atente para a quantidade de caracteres e invista em um título mais prático e objetivo.

Ferramentas

Instruções

Escrever o Resumo para as chamadas do site
Se você utiliza nas chamadas do seu site um Resumo, preencha-o agora no WordPress.

Tome como base a meta descrição, mas se lembre de que aqui não se trata de uma busca no Google e sim de um leitor já no seu site.

Se você não preencher o Resumo, o WordPress exibirá o início do seu post nas chamadas.

Instruções

Testar as opções de títulos, se necessário
Se estiver em dúvida sobre qual título escolher, realize testes usando o KingSumo Headlines, ferramentas de análise (funcionam melhor em inglês), anúncios no Facebook ou testes A/B em páginas de captura.

Ferramentas

Instruções

Selecionar imagens para cada subtítulo
Acesse o seu banco de imagens e faça uma busca para encontrar uma imagem que ilustra cada subtítulo de cada tópico e subtópico do seu conteúdo.

Estabeleça um tempo limite para a pesquisa. Buscas em inglês costumam retornar mais opções.

Se possível, mantenha um mesmo estilo para todas as imagens.

Instruções

Redimensionar e otimizar as imagens selecionadas
Redimensione as imagens para o tamanho em que elas serão exibidas no seu site, usando um programa de edição de imagens no seu computador ou na internet.

Picmonkey e Pixlr são opções, assim como o próprio editor do WordPress, se você tiver o plugin TinyPNG instalado para otimizar a imagem redimensionada.

Se não, otimize as imagens externamente usando ferramentas como o TinyPNG, JPEG Mini ou Kraken.

Ferramentas

Instruções

Inserir as imagens otimizadas abaixo de cada subtítulo
Faça upload para o WordPress e insira abaixo de cada subtítulo as respectivas imagens otimizadas.

Lembre-se de preencher pelo menos os campos título e o atributo alt. Alguns sites também usam as legendas.

Se possível, coloque sua palavra-chave no nome do arquivo enviado, no título, no alt e nas legendas.

Ferramentas

Instruções

Configurar a imagem destacada
O WordPress permite que você escolha uma das imagens que enviou para utilizar como imagem destacada.

Ela aparece na página inicial, nas páginas de categorias, tags e resultados da busca.

Incorporar um vídeo
Usar vídeos é uma estratégia para enriquecer o seu conteúdo, facilitar a vida do público e ainda ganhar uns pontinhos junto aos mecanismos de busca.

O ideal seria incorporar um vídeo seu, porém se isso não for possível e houver um vídeo de terceiro que complemente o seu conteúdo, incorpore-o.

Ferramentas

Instruções


5. Fase de Revisão Pré-Publicação

Processo de produção de conteúdo: Revisão

Verificar se o post tem ao menos 1.500 palavras
Conteúdos mais aprofundados têm maiores chances de aparecer bem nas páginas de resultados dos mecanismos de busca.

O referencial são 1.500 palavras, mas não encha linguiça apenas para chegar a esse número. Evite, contudo, publicações com menos de 300 palavras.

O WordPress mostra a quantidade de palavras ao final da caixa de edição de texto.

Ferramentas

Instruções

Conferir se cada tópico tem no máximo 300 palavras
Mantenha cada tópico e subtópico do seu texto com no máximo 300 palavras, para tornar o conteúdo mais “escaneável”.

Se algum passar muito disso, quebre-o em outros subtópicos.

O plugin Yoast identifica se há tópicos com mais de 300 palavras e você pode encontrar qual é usando ferramentas como Word Count Tool.

Ferramentas

Instruções

Checar se os parágrafos estão com menos de 5 linhas
Na web, o ideal é trabalhar apenas uma ideia por parágrafo. Evite que um parágrafo tenha mais do que cinco linhas.

Essa verificação é feita com o texto pronto no formato de exibição que aparecerá no site, exibido em uma tela de computador.

Instruções

Verificar se no mínimo 75% das frases tem menos de 20 palavras
Assim como parágrafos curtos, as frases curtas – com menos de 20 palavras – comprovadamente funcionam melhor para a leitura na web.

Para fazer essa verificação, use no WordPress o plugin Yoast SEO.

O plugin informa se as frases com mais de 20 palavras estão dentro do limite de 25% do texto. Se passar disso, um sinal vermelho acende.

Nesses casos, use novamente a extensão Word Count Tool para encontrar e reduzir as frases que estão muito longas.

Ferramentas

Instruções

Colocar um link para um site de autoridade no assunto
Um link para um site de autoridade no tema do post ajuda o leitor a ter mais informações sobre o assunto e informa aos mecanismos de buscas o relacionamento do seu site.

Ferramentas

Instruções

Conferir se a palavra-chave principal aparece no título e em pelo menos um entretítulo
O ideal é que a palavra-chave apareça no começo do título do post e do título da página (que é o utilizado pelo Google).

Também é recomendável que ela apareça pelo menos uma vez em um dos subtítulos de tópicos e subtópicos do seu texto.

Ferramentas

Instruções

Verificar se as imagens estão com o atributo alt com a palavra-chave
Esta verificação também é feita automaticamente pelo plugin Yoast SEO.

Ferramentas

Instruções

Manter a densidade de palavras-chave em torno de 0,5%
A densidade de palavras-chave é a relação entre a quantidade de palavras no texto e a quantidade de vezes que o termo que você definiu como palavra-chave principal aparece.

Teorias de otimização para mecanismos de busca sugerem que a densidade de palavras-chave fique em torno de 0,5%. No entanto, você deve evitar usar a palavra-chave mais de 15 vezes (número referencial da Moz).

Confira, também, se todas as palavras-chave secundárias ou da cauda longa estão no texto.

Ferramentas

Instruções

Checar se a palavra-chave principal aparece em negrito no primeiro parágrafo
Se não for possível usar já no primeiro parágrafo, assegure-se de ter a palavra-chave destacada ao menos nas 100 primeiras palavras do texto.

Ferramentas

Instruções

Manter a URL amigável, curta e com a palavra-chave
Uma URL amigável é aquela fácil de ser ditada e memorizada por seres humanos.

Você pode editá-la no WordPress logo abaixo do título ou no plugin Yoast, que confere se a palavra chave está no slug (a parte final da URL).

Ferramentas

Instruções

Inserir a captura de e-mails no meio do texto
Se você definiu oferecer uma recompensa digital na Fase de Pesquisa de Conteúdo, agora é a hora de disponibilizá-la, pedindo em troca o e-mail do leitor ou outra ação.

Se não definiu, simplesmente coloque a captura de e-mails para que o leitor possa acompanhar atualizações do seu site.

Ferramentas

Instruções

Acrescentar pelo menos 4 links internos
Busque palavras no seu novo conteúdo que remetam a assuntos já tratados no seu site. Faça links para esses conteúdos antigos.

A linkagem interna é um dos mais relevantes fatores para o posicionamento nos mecanismos de busca.

No WordPress, você pode acrescentar os links internos manualmente ou definindo termos específicos em plugins como o SEO Smart Links.

Ferramentas

Instruções

Marcar categoria e tags corretas
Se o seu site é dividido em seções ou categorias, certifique-se de marcá-las corretamente. Se utiliza classificação de conteúdo por tags, também é hora de acrescentá-las.

Instruções

Passar o corretor ortográfico
Não custa nada você passar um corretor ortográfico automático para detectar possíveis erros antes da publicação.

Você pode colar em um editor de texto ou usar corretores do próprio navegador.

Ferramentas

Instruções

Revisar a formatação do texto
Procure pontos do texto que possam ser mais bem formatados, de modo a deixar o conteúdo ainda mais “escaneável”.

Listas, tabelas, citações e elementos visuais devem ser bem explorados.

Dicas práticas para formatação

  • Transforme qualquer relação superior a três itens em listas, como esta aqui
  • Transforme passos sequenciais e relações ordenadas em listas numeradas
  • Apresente dados tabulados em forma de tabela
  • Destaque em negrito, com parcimônia, termos que resumam uma ideia ou que precisem de atenção do leitor
  • Verifique se dados e estatísticas não ficariam mais bem apresentados em forma de gráfico
  • Revise a possibilidade de inserção ou melhoria dos elementos visuais (imagens, vídeos e infográficos)

Ferramentas

Instruções

Refinar a apresentação em dispositivos móveis
Acesse a pré-visualização do post em um dispositivo móvel ou em um navegador que emule a apresentação em dispositivos móveis.

Veja se é preciso fazer algum ajuste, especialmente em larguras de imagens, vídeos e tabelas.

Ferramentas

Instruções

Ler o texto final no site
Abra o texto pronto na pré-visualização, já no formato em que ele será exibido no site, e leia palavra por palavra, do início ao fim, o seu texto.

Se possível, faça isso em dia distinto daquele em que escreveu o texto.

Instruções

Publicar ou Agendar Publicação
Agora seu texto já está pronto para ir ao ar. Publique-o imediatamente ou agende no WordPress para a data e hora desejados, de acordo com seu calendário editorial.

Instruções


6. Fase de Revisão Pós-Publicação

Processo de produção de conteúdo: Revisão pós-publicação

Conferir publicação no site
Confirme que o novo conteúdo está aparecendo na página inicial, na página da seção específica e onde mais deva aparecer no seu site.

Instruções

Deixar um comentário para fomentar a discussão
Com seu próprio nome e foto, deixe um primeiro comentário no seu conteúdo.

Pergunte o que o seu leitor achou do texto. Reforce sua chamada para ação. Incentive o debate.

Instruções

Linkar conteúdos antigos com o novo texto
Faça uma busca no seu site com a palavra-chave trabalhada no conteúdo que acaba de ser publicado.

Nos resultados da busca, veja quais conteúdos antigos podem ser editados para incluir links para a sua nova publicação.

Esse processo pode ser automatizado com o plugin SEO Smart Links.

Ferramentas

Instruções

Analisar o tempo de carregamento da página
Procure manter o tempo de carregamento abaixo de 4 segundos.

Teste a velocidade em sites como GT Metrix, Pingdom Tools ou Web Page Test.

Ferramentas

Instruções

Conferir otimização das imagens
Sites como GT Metrix e similares conferem se as imagens estão realmente otimizadas.

Se não estiverem, o próprio site oferece um link chamado See optimized version para você baixar a imagem otimizada e substituir no seu site.

Ferramentas

Instruções

Validar o código HTML
Use o W3 Validator para verificar se o código HTML da página do seu novo conteúdo é válido.

Se ele apontar algum erro que possa ser corrigido no conteúdo, faça a correção.

Caso seja um erro estrutural, contrate um especialista para corrigir, pois o erro aparecerá em todas as páginas do site.

Erros comuns de HTML

  • Esquecer de fechar aspas em algum link ou imagem
  • Fechar cabeçalhos confundindo a hierarquia, por exemplo [h3] Título [/h2]
  • Utilizar tags ultrapassadas, como [b] em vez de [strong] para negrito
  • Esquecer de fechar listas
  • Erros de digitação em geral
  • Não colocar o atributo alt nas imagens

Ferramentas

Instruções

Avaliar no Google PageSpeed Insights
Teste a página do seu novo conteúdo usando o PageSpeed Insights, para que o próprio Google diga que pontos podem ser melhorados.

Alguns você poderá corrigir no próprio conteúdo, enquanto outros precisam ser fixados por um especialista.

Ferramentas

Instruções

Acrescentar a nova palavra-chave no monitoramento
Se você faz algum tipo de monitoramento sobre o posicionamento das suas páginas em relação a determinadas palavras-chaves, esta é a hora de acrescentar o novo termo na ferramenta utilizada.

Este é um passo opcional.

Ferramentas para monitoramento de palavras-chave

Instruções

Garantir que o Google indexou a nova página
Alguns dias após a publicação, confirme se o seu novo conteúdo já está aparecendo no Google.

Você pode digitar site:seu-dominio.com.br/seu-texto na caixa de busca para verificar se a indexação já ocorreu.

Se não, vá ao Google Search Console e solicite a indexação em indo em Rastreamento > Buscar como o Google.

Ferramentas

Instruções

Marcar no calendário a avaliação do post
Para analisar se o seu conteúdo cumpriu os objetivos definidos na Fase de Preparação, é preciso aguardar um tempo.

Por isso, marque no seu calendário uma data futura (um, três ou seis meses, por exemplo) para revisar as métricas do post.

Ferramentas

Instruções


7. Fase de Divulgação

Processo de produção de conteúdo: Divulgação

Disparar um e-mail na lista de e-mails
Mande uma mensagem para sua lista de emails informando aos seus seguidores sobre o novo conteúdo publicado.

No corpo do e-mail, explique de forma resumida do que trata o novo conteúdo. Antecipe também os benefícios que o seu público vai ter ao acessar o post.

Aproveite as ideias dos títulos para criar uma linha de assunto que leve as pessoas a abrirem seu e-mail.

Ferramentas de e-mail marketing

Instruções

Programar e-mail para 72 horas depois direcionado ao segmento da lista que não abriu o primeiro e-mail
Reenviar o e-mail alguns dias depois só para quem não abriu a mensagem original pode aumentar sua taxa de abertura em 11%, na média.

Estratégia da Noah Kagan

  1. Aguardar 48 ou 72 horas.
  2. Segmentar na sua lista todas as pessoas para quem a mensagem original foi enviada, porém não aberta.
  3. Alterar o assunto do e-mail: se o original foi mais emocional, tente um mais racional. E vice-versa.
  4. Verificar se é preciso mudar algo no conteúdo.
  5. Disparar o novo e-mail.

Instruções

Preencher a tabela de gestão de divulgação nas redes sociais
Abra um documento para fazer a gestão da sua divulgação nas redes sociais.

Crie uma tabela com título do post, link, título para Facebook/Google+ e título para Twitter/Whatsapp/Linkedin.

Copie os títulos e descrições para Facebook e Twitter que você criou na Fase de Criação do Conteúdo e cole na tabela.

Se precisar, encurte as URLs em sites como Bit.ly ou Migre.me.

Ferramentas

Publicar na fanpage do Facebook
Logo após a publicação, compartilhe o conteúdo na fanpage do seu site no Facebook.

Você pode fazer isso diretamente ou por meio de uma ferramenta de gestão de redes sociais, como Buffer, Postcron ou Hootsuite.

Ferramentas de gestão de redes sociais

Instruções

Agendar para 30 dias nova publicação na fanpage do Facebook
Agende para 30 dias uma republicação do seu conteúdo na sua fanpage do Facebook.

Ferramentas de gestão de redes sociais

Instruções

Compartilhar no Facebook pessoal
Compartilhe a publicação da sua fanpage no seu Facebook pessoal, acrescentando um comentário mais direcionado a amigos e conhecidos.

Instruções

Buscar fanpges sobre o tema no Facebook e enviar mensagem ao administrador divulgando o conteúdo
Faça buscas no Facebook para encontrar fanpages que tratem de temas relacionados ao assunto do seu post.

Mande uma mensagem para os administradores mostrando o seu conteúdo. Se eles acharem que o post vai ajudar os seguidores da fanpage, pode ser que você ganhe uma divulgação gratuita.

Instruções

Publicar em grupos relacionados do Facebook, se fizer parte ativamente
Se você faz parte ativamente de um grupo no Facebook sobre o assunto do conteúdo que acabou de publicar, divulgue lá o seu post.

Mas não apareça apenas para fazer divulgações, se não será considerado um spammer.

Instruções

Divulgar em grupos relacionados no Whatsapp, se fizer parte ativamente
Se você faz parte ativamente de um grupo no Whatsapp sobre o assunto do conteúdo que acabou de publicar, divulgue lá o seu post.

Mas não apareça apenas para fazer divulgações, se não será considerado um spammer.

Instruções

Responder tópicos em fóruns e sites de perguntas, complementando com o link do post
Encontre em fóruns e sites de perguntas e respostas pessoas que tenham dúvidas sobre o assunto que você acabou de tratar.

Responda as dúvidas diretamente nos sites, de maneira objetiva, incluindo um link para o seu conteúdo para complementar as informações.

Pense primeiro em ajudar a pessoa e depois em divulgar o seu conteúdo.

Ferramentas

Instruções

Responder comentários em blogs, complementando com o link do post
Encontre em blogs do seu nicho pessoas que tenham dúvidas sobre o assunto que você acabou de tratar.

Responda as dúvidas diretamente nos blogs, de maneira objetiva, incluindo um link para o seu conteúdo para complementar as informações.

Também deixe outros comentários construtivos, sem link para o seu site (lembre-se da proporção 80/20).

Pense primeiro em ajudar a pessoa e depois em divulgar o seu conteúdo.

Ferramentas

Instruções

Publicar no Google+
Assim que publicar o seu conteúdo, compartilhe o link no Google+.

Apesar do pouco uso, há um usuário muito importante nessa rede social. O Google.

Se não quiser perder tempo indo lá, use o plugin Social Networks Auto-Poster.

Ferramentas

Instruções

Agendar republicação no Google+ para semana e mês seguinte
Se usa alguma ferramenta de gestão de redes sociais, agende republicações do conteúdo para uma semana e um mês adiante.

Você pode modificar algum elemento (título, imagem, descrição) para tentar obter maior retorno.

Ferramentas de gestão de redes sociais

Instruções

Publicar no Twitter
Assim que publicar o seu conteúdo, compartilhe o link no Twitter, se o seu público-alvo utilizar esta rede social.

Ferramentas

Instruções

Agendar 4 republicações no Twitter
Por ser uma rede mais dinâmica, você pode compartilhar o conteúdo diversas vezes no Twitter.

O Buffer recomenda republicar 2 horas depois, no dia seguinte, na semana seguinte e no mês seguinte.

Ferramentas de gestão de redes sociais

Instruções

Buscar no Follower Wonk perfis influentes e tweetar para eles
Uma maneira de encontrar no Twitter pessoas que tratam do mesmo tema que você é utilizando a ferramenta Follower Wonk da Moz, que possui versão gratuita.

Encontre autoridades no assunto tratado e veja se há brecha para divulgar seu conteúdo.

Ferramentas

Instruções

Buscar no Twitter quem esteja precisando de ajuda com o tema do post
Faça uma busca no Twitter sobre o assunto tratado e veja se é possível ajudar alguém com o seu novo conteúdo.

Instruções

Divulgar imagem no Instagram com tags sobre o assunto
Crie uma ou mais imagens do seu novo conteúdo e as publique no Instagram.

Acrescente tags para aumentar as chances de a sua imagem ser encontrada.

A imagem pode ser tão simples quanto um print ou uma foto da tela do seu computador com o post aberto.

Ferramentas

Instruções

Fazer um vídeo no Instagram Stories
Grave um vídeo curto para o Instagram Stories avisando aos seus seguidores sobre a nova publicação do seu site.

Ferramentas

Instruções

Fazer um vídeo para o Snapchat
Se o seu público usa o aplicativo, grave um vídeo para o Snapchat avisando aos seus seguidores sobre a nova publicação do seu site.

Ferramentas

Instruções

Publicar no Linkedin, destacando aspecto profissional
Se for pertinente, faça uma publicação no Linkedin destacando algum aspecto profissional do seu novo conteúdo.

Ferramentas

Instruções

Publicar no Pinterest, se houver imagem original ou infográfico
Se houver alguma imagem original ou mesmo um infográfico no seu conteúdo, “pine” a figura no Pinterest.

Ferramentas

Instruções

Publicar em redes sociais de nicho, se for o caso
Se o público do seu nicho de mercado costuma se reunir em alguma rede social de nicho, não deixe de divulgar lá também – observando as regras da plataforma.

Instruções

Entrar em contato com as pessoas mencionadas no post
Se você mencionou alguma pessoa no seu conteúdo, entre em contato com ela por e-mail ou via redes sociais avisando.

Mesmo se você não pedir, é capaz de a pessoa mencionada divulgar o seu post.

Instruções

Entrar em contato com sites que complementam o conteúdo do post
Se durante a Fase de Pesquisa de Conteúdo você encontrou sites que complementam o seu post, entre em contato com eles após a publicação.

Caso o seu conteúdo seja realmente bom, os donos desses sites podem linkar ou divulgar o seu post.

Instruções

Enviar release para a imprensa, se o conteúdo for relevante a tal ponto
Caso você tenha produzido um conteúdo interessante a ponto de merecer a atenção do grande público, experimente enviar releases para a imprensa geral ou especializada.

Use o formato da Pirâmide Invertida para fornecer dados objetivamente aos jornalistas.

Instruções

Analisar possibilidade de escrever um guest post derivado em blog do mesmo nicho
Se enxergar oportunidade, considere expandir determinado tópico do seu conteúdo em um novo post.

Mas em vez de publicar no seu blog esse novo post (que tem que ter qualidade igual ou superior ao original), procure sites do mesmo nicho e ofereça para publicar lá o seu novo conteúdo.

Lembre-se de colocar um link de volta para o seu site.

Instruções

Pedir para amigos divulgarem o post
Fale com seus amigos e familiares nas redes sociais e peça uma força para eles divulgarem seu post.

Se você publica com frequência, faça uma espécie de rodízio e vá alternando os pedidos aos amigos.

Instruções

Avaliar custo benefício de fazer uma divulgação paga do post
Avalie a possibilidade de pagar para exibir anúncios divulgando seu post em sites como Facebook, Google, Twitter e outros.

Tenha métricas para analisar se o retorno obtido é maior do que o investimento realizado.

Plataformas de anúncios

  • Facebook Ads, que veicula anúncios no Facebook e no Instagram
  • Google Adwords, que mostra anúncios nos produtos do Google e nos sites parceiros que usam o programa Google AdSense
  • boo-box/ftpi, que exibe anúncios em uma rede de publishers parceiros
  • Twitter Ads
  • Linkedin Ads, se o seu conteúdo for mais voltado para aspectos profissionais
  • YouTube Ads, para anúncios em vídeos que serão pulados pelo espectador depois de 5 segundos…

Instruções


8. Fase de Reaproveitamento do Conteúdo

Processo de produção de conteúdo: Reaproveitamento

Elaborar um infográfico
Crie um infográfico com as informações do seu post, de forma a transmitir visualmente as principais mensagens do conteúdo.

Divulgue-o em redes como Pinterest ou Facebook e, se ficar bom para complementar o texto, incorpore no seu post original.

Passos para criar um infográfico

  1. Realize uma pesquisa sobre o tema
  2. Disponha as informações no papel
  3. Escreva os textos
  4. Busque modelos e inspirações
  5. Produza (ou mande produzir) o infográfico
  6. Publique e divulgue

Ferramentas para criar infográficos

Instruções

Reescrever em linguagem mais informal
Reescreva o seu texto (ou um tópico dele) em linguagem mais informal, mais próxima da linguagem falada, acrescentando as características do marketing viral.

Características comuns do marketing viral

  • Humor
  • Surpresa
  • Constrangimento
  • Utilidade prática
  • Originalidade e inovação
  • Provocação
  • Curiosidade
  • Listas e números

Instruções

Publicar o texto informal em outra plataforma
Publique esse novo texto, ou trechos dele, em plataformas diferentes, como Scribd, Medium, Tumblr ou mesmo Facebook.

Adapte a linguagem para as características da plataforma e lembre-se de linkar para o conteúdo original no seu site.

Ferramentas

Instruções

Usar o texto informal como roteiro para criar uma apresentação de slides
Ao criar a apresentação de slides usando o texto informal como roteiro, crie também imagens para ilustrar seus argumentos.

Essas imagens serão reaproveitadas também.

Ferramentas para apresentação de slides

Instruções

Publicar apresentação no SlideShare
Faça o upload de sua apresentação no SlideShare, lembrando de transcrever o texto e fazer links para o conteúdo original.

Ferramentas

Instruções

Agendar publicação das imagens da apresentação
Adapte as imagens que criou para a apresentação de slides e publique as que fizerem sentido sozinhas em redes como Instagram, Pinterest e Facebook.

Ferramentas para criação de imagens

Instruções

Gravar vídeo com screencast da apresentação de slides
Grave um vídeo usando o texto informal como roteiro e a apresentação de slides como imagens.

Se você não quiser, nem precisa aparecer no vídeo, mantendo-o todo em formato de screencast com a captura da tela do computador com os slides.

Ferramentas para gravar screencasts

Instruções

Publicar vídeo no YouTube e Facebook
Publique o seu screencast no YouTube e no Facebook.

Capriche no título e lembre-se de colocar um link de volta para o conteúdo original na descrição.

Instruções

Incorporar o vídeo no post original
Incorpore o vídeo que acabou de publicar no YouTube no seu vídeo original, deixando seu conteúdo mais rico.

Ferramentas

Instruções

Extrair o áudio do vídeo e editar
Extraia o áudio do vídeo e edite o que não fizer sentido.

Acrescente abertura e encerramento se necessário.

Ferramentas para extração e edição de áudio

Instruções

Publicar o áudio no Soundcloud ou PodBean
Publique o áudio editado no Soundcloud (se for algo eventual) ou crie um podcast no PodBean se decidir publicar áudios em uma periodicidade regular.

Ferramentas

Instruções

Marcar uma transmissão ao vivo e avisar na lista de e-mails e nas redes sociais
Agende uma data para realizar uma transmissão ao vivo (live) no YouTube e/ou Facebook.

Convide seus seguidores nas redes sociais e na sua lista de e-mails para participar. Reforce as mensagens quando estiver no ar.

Ferramentas

Instruções

Realizar o vídeo ao vivo
Na hora marcada, faça uma transmissão ao vivo para interagir com o seu público sobre o conteúdo que acaba de publicar.

Faça uma abertura de no máximo 20 minutos e depois abra para perguntas e respostas. Quanto mais sucinto for na abertura, melhor.

Ferramentas

Instruções

Analisar possibilidade de criação de app, quiz e game
Se o seu conteúdo realmente ficou extraordinário e existe uma possibilidade de transformá-lo em um aplicativo ou game útil, faça uma pesquisa para analisar o custo benefício.

Da mesma forma, veja se vale a pena investir na produção de quizzes customizados.

Instruções


Download da planilha e dos checklists

Processo de criação de conteúdos

A planilha modelo para o processo de criação de conteúdos é a seguinte:

Depois de baixar, adapte tanto a planilha quanto os checklists de acordo com as características do seu projeto.

Colei os checklists na planilha para você poder adaptar. Mas, na prática, eu utilizo três cards no Trello:

  1. Pré-Produção: com os checklists de Preparação, Pesquisa de Palavras-Chave e Pesquisa de Conteúdo.
  2. Produção: com os checklists de Criação do Conteúdo e Revisão Pré-Publicação.
  3. Pós-Produção: com os checklists de Revisão Pós-Publicação, Divulgação e Reaproveitamento do Conteúdo.

Para facilitar sua vida, criei um board público para você copiar os cards já prontos.

Você pode baixar gratuitamente tanto a planilha quanto o link para o board público cadastrando seu e-mail logo abaixo.

Download do Processo de Criação de Conteúdos

Informe seu e-mail para receber a Planilha do Processo de Criação de Conteúdos e os 8 checklists editáveis para copiar:

Um bom aspecto a adaptar é deixar os itens mais objetivos. Por exemplo, em vez de “Fazer pesquisa na ferramenta de palavras-chave”, adapte para “Fazer pesquisa no www.moz.com”.

Salve o link deste post nos favoritos do seu navegador, para voltar aqui sempre que estiver produzindo o seu conteúdo. Deixei todos os links à mão para facilitar ao máximo a sua produção.

Mãos à obra?

Plano de Ação 3.15

Ao final de cada aula do curso Presença Digital de Zero a Dez, ofereço uma série de tarefas específicas para você executar.

A ideia é não ficarmos apenas na teoria, mas partirmos para transformar, na prática, projetos em realidade.

As tarefas estão numeradas de forma sequencial desde a primeira aula, para que alguém que chegue no meio da jornada possa se localizar com facilidade.

Tarefa #41: Defina o seu processo de criação de conteúdos

Faça o download da planilha e dos checklists. Depois, adapte o processo de criação de conteúdos para as necessidades do seu projeto.

Não se deixe intimidar pela quantidade de itens (113!). Alguns são feitos em poucos segundos, outros podem levar horas.

O importante é encontrar um processo que funcione para você. Elimine o que não faz sentido, acrescente o que falta.

Se tiver alguma dúvida, deixe-a nos comentários que terei o maior prazer em ajudar.

Você pode estar pensando que criar um conteúdo seguindo esse processo vai levar tempo demais.

É por isso que, na próxima aula do curso, vamos falar sobre como estabelecer um calendário de publicações.

Até lá!

Walmar Andrade
Perguntas dos alunos

5 comentários
  • O que você achou do checklist? Que adaptações precisará fazer? Vamos continuar o papo aqui nos comentários!

  • Walmar,

    Este checklist é bem completo, mas irei rever item por item pra simplificar as tarefas.

    Usarei o Trello para todo meu processo, se puder compartilhar o quadro, ficarei grato.

    • Paulo,

      O quadro do Trello está junto com a planilha para download. É só preencher o formulário ali no post.

      Sobre simplificar, a ideia é essa mesmo. Este é o checklist completão, para cada um adaptar conforme suas necessidades.

      Abraços!

  • Artigo sensacional! Parabéns!

    Daria um curso…rs

    Obrigada por compartilhar informações tão precisas.

    Abraço!