Por que usar vídeos: um truque para aumentar seu engajamento em 80% praticamente da noite para o dia

Por que usar vídeos: um truque para aumentar seu engajamento em 80% praticamente da noite para o dia

Por que usar vídeos

Se você ainda se pergunta por que usar vídeos na sua produção de conteúdo, você está perdendo o seu tempo.

Caso esteja realmente interessado em aumentar o engajamento com o seu público, precisa dar esse passo adiante e começar a aparecer em frente às câmeras.

Fazer vídeos com conteúdo relevante para a sua audiência é o atalho mais rápido para criar presença digital e construir autoridade, intimidade e interação com as pessoas que acompanham o seu conteúdo na internet.

Se você ainda está inseguro em aparecer para as câmeras, que tal saber que usar vídeos aumenta em até 80% a conversão de um funil de vendas?

Que tal saber que hoje o YouTube é o segundo maior mecanismo de busca do mundo? Com mais buscas que Yahoo e Bing juntos?

Você provavelmente vai dizer que fazer vídeo dá muito trabalho.

Eu também achava isso, até descobrir um pequeno truque. Falarei dele mais abaixo, mas adianto que você já fez a parte mais difícil!

Siga lendo esta aula para descobrir que truque é esse e para saber também:

  • Por que usar vídeos nos seus conteúdos o quanto antes
  • Por que fazer vídeos não é tão difícil quanto parece
  • Por que o público tende a acreditar mais em quem aparece em vídeo
  • Como começar a fazer vídeos hoje mesmo

Antes de mais nada, o primeiro passo é se convencer da importância de usar vídeos no seu projeto. É o que veremos a seguir.

Por que usar vídeos nos seus conteúdos o quanto antes

Por que usar vídeos o quanto antes

Fazer vídeos pode parecer algo intimidador.

Você tem que conseguir uma câmera. Ajustar o microfone. Arrumar o visual. Encontrar um cenário. Gravar, editar, publicar…

Aí pode começar a se questionar. – Por que usar vídeos se o meu conteúdo em texto e imagens já está funcionando?

A resposta pode ser dada simplesmente observando o comportamento humano.

Você conhece mais pessoas que gostam de ler um livro ou de ver um filme ou série?

Que passam mais tempo lendo ou vendo vídeos?

Você se conecta mais com um escritor que só viu em textos e fotos ou com um ator ou apresentador que está sempre na tela?

Nosso cérebro evoluiu durante milhões de anos com interações pessoais, olho no olho.

Só muito recentemente, em termos evolutivos, começamos a conhecer outras formas de comunicação: por meio da escrita e das imagens primeiro, depois pelo áudio até chegar ao vídeo.

E esse formato fez tanto sucesso desde o seu surgimento por ser aquele que melhor simula a interação pessoal.

O vídeo é hoje o formato de conteúdo que mais cresce na web.

Segundo dados da Comscore, 91% dos usuários de internet consomem conteúdos em forma de vídeos. E o Brasil é o país da América Latina que mais assiste a vídeos on-line.

A revolução não será televisionada

A revolução dos vídeos

Atualmente, a tecnologia já permite que praticamente qualquer pessoa consiga gravar e publicar um vídeo com relativa facilidade.

O YouTube, maior site de vídeos do planeta, transmite mais de 100 milhões de horas de vídeo por dia. O Facebook também tem apostado forte em vídeo, assim como aplicativos como Snapchat e Instagram.

Dois fatores contribuíram decisivamente para essa explosão de produção e consumo de vídeos pela internet.

O primeiro é o aumento da velocidade de conexão. O segundo é o crescimento e a evolução do mercado de smartphones.

E foi esse segundo ponto que facilitou bastante a vida dos produtores de conteúdo.

Por que fazer vídeos não é tão difícil quanto parece: um pequeno truque

Fazer vídeos não é difícil

Se você tem um smartphone, é provável que tenha no seu bolso uma câmera e um microfone mais avançados do que os que foram utilizados em programas de televisão e filmes de algum tempo atrás.

Se estiver disposto, você pode agora mesmo sacar o aparelho do bolso e fazer um vídeo.

Em poucos minutos, consegue gravar e disponibilizar na internet por meio de redes como YouTube, Facebook, Instagram e Snapchat. Sem gastar nada.

A popularização de smartphones com câmeras fez a produção e o consumo de vídeos crescer exponencialmente.

Nada menos que 69% do tráfego global da internet vem de vídeos. Se ler textos no smartphone não é tão agradável quanto em uma tela maior, o consumo de vídeo tem se mostrado uma experiência quase perfeita.

E aqui vem o pequeno truque do curso Presença Digital de Zero a Dez: a parte mais difícil para produzir um vídeo você já fez.

A parte mais difícil você já fez

Como fazer roteiros para vídeos

Nesta etapa de Produção de Conteúdo do curso, você já realizou diversas tarefas para criar um conteúdo relevante para a sua persona:

Com tudo isso em mãos, fazer videos pode ser tão simples quanto ligar a câmera do seu smartphone e falar com linguagem mais informal o mesmo conteúdo que acabou de produzir em formato de texto.

O truque é transformar o texto do seu post no roteiro para um vídeo. Ou vários, já que cada tópico pode virar um vídeo diferente.

Isso pode resultar tanto em vídeos completos, para subir no YouTube ou Facebook, quanto em vídeos menores, de poucos segundos, para divulgar no Snapchat ou Instagram.

Esses vídeos menores, de cerca de 1 minuto, são conhecidos no meio do marketing digital como nuggets.

Mesmo vídeos simples assim são capazes de aumentar o engajamento do seu público em até 80% praticamente da noite para o dia, se comparado com um projeto que só tenha conteúdo em texto.

É possível deixar tudo mais complexo? Claro que sim.

Você pode querer trabalhar com uma câmera e um microfone específicos. Comprar iluminação. Contratar um editor terceirizado. Acrescentar imagens, música e outros efeitos.

No entanto, quanto mais simples começar, melhor.

A única forma de se sentir mais à vontade em frente às câmera é gravando cada vez mais.

Se achar que está muito ruim, simplesmente não publique. Mas continue gravando até encontrar o seu mínimo produto viável.

Com o tempo, você vai aprender a diversificar a sua comunicação, ajustando-a para cada formato de conteúdo a fim de atrair mais audiência.

Quando começar a fazer vídeos assim, o principal resultado que você vai observar é o aumento do engajamento do seu público.

Como usar vídeos vai aumentar a audiência e a conversão do seu projeto

Como usar vídeos no seu blog

Quando alguém se pergunta por que usar vídeos, a primeira resposta deve ser o aumento da audiência, do engajamento com o público e, consequentemente, da conversão.

Como disse no começo desta aula, o YouTube é o segundo maior mecanismo de busca do mundo.

Se você deu o seu máximo pesquisando e escrevendo um conteúdo relevante para o seu público-alvo, não o tornar encontrável no segundo maior buscador do mundo é um erro que você não quer cometer.

Como se isso não bastasse, conteúdos com vídeos também tendem a se posicionar melhor no próprio Google.

Pesquisa da Marketing Land mostra que 62% das buscas no Google incluem vídeos na página de resultados. E os resultados em vídeo têm taxa de cliques até 41% maior.

Por isso, mesmo que não tenha um vídeo próprio, é recomendável que você incorpore no seu post um vídeo de terceiro que complemente o seu conteúdo.

Aliado a isso, conteúdos em vídeo tendem a ser mais compartilhados nas redes sociais.

Some as duas coisas e o primeiro resultado a ser observado é o aumento da audiência. Mas o melhor ainda está por vir…

Aumento incrível do engajamento e da conversão

Modelos de negócios com vídeos

Conforme explicado no início da aula, nós evoluímos para interagir pessoalmente uns com os outros.

Não tínhamos acesso apenas a palavras – como em um texto ou áudio – mas sim a todo o conjunto de sinais que compõe a comunicação pessoal.

Isso inclui não só as palavras, mas também os gestos, as expressões faciais, o tom da voz etc.

O vídeo é o formato de conteúdo que mais se aproxima dessa forma natural de nos comunicarmos. Por isso ele tende a aumentar incrivelmente o engajamento, a conexão entre você e o seu público.

Se você acompanha de perto algum canal do YouTube, ou mesmo um programa de televisão, pode ter a sensação de conhecer aquela pessoa de perto.

Mesmo que nunca a tenha visto pessoalmente, você sente que ali tem um conhecido. Reconhece a voz, o vocabulário, os trejeitos.

Se essa pessoa te pede para fazer alguma coisa, a tendência de você fazer é muito maior do que se um desconhecido pedisse.

Esse é o motivo por que usar vídeos aumenta a conversão em até 80%, sendo essencial para qualquer um que queira criar uma presença forte na internet. Isso vale desde coisas simples, como um pedido de comentário, até algo mais complexo como uma oferta de venda.

As vantagens dos vídeos para diferentes modelos de negócio

Aumento do engajamento com vídeos

Se o seu modelo de negócios envolve vendas, saiba que pesquisa da Invodo mostra que 52% dos consumidores ficam mais confiantes em comprar após ver um vídeo do produto.

A FastCompany, por sua vez, afirma que 90% dos consumidores na internet dizem ter decidido uma compra com ajude de vídeos.

Já se o seu modelo é baseado em publicidade, descubra que dados da ComScore mostram que visitantes ficam 2 minutos a mais nos sites que possuem vídeos incorporados.

Espero que isso tenha te convencido sobre por que usar vídeos na sua estratégia de conteúdo. Pois o próximo passo é começar a colocar a mão na massa.

Como começar a fazer vídeos hoje mesmo

Como começar a fazer vídeos

Na primeira vez em que eu apareci em um vídeo, o YouTube ainda nem existia.

O ano era 2001. Consegui o primeiro estágio na faculdade de jornalismo como produtor de um programa de televisão sobre cultura.

Não sei se você saber, mas eu sou bastante tímido. Provavelmente você fala em um dia mais do que eu falo em uma semana inteira.

Por isso, sempre preferi trabalhar por trás das câmeras, especialmente com textos. E assim era o meu estágio na TV.

Só que, em menos de um mês de estágio, aconteceu um grande evento de tecnologia no Recife. E a editora do programa me escalou para fazer a matéria, como repórter.

Lembro que praticamente não dormi na noite anterior, passando e repassando o texto.

Quando a câmera começou a filmar, as palavras até que saíram. Mas quando fui assistir o vídeo editado, parecia que estava sendo apresentado por um robô.

Só havia uma maneira de melhorar. E é a mesma maneira pela qual melhoramos qualquer habilidade: por meio de estudo e prática contínuos.

Não há outra maneira de evoluir o seu desempenho em frente às câmeras.

Isso vale mesmo para as pessoas que parecem que nasceram com a facilidade de gravar vídeos.

Se duvida, escolha o canal de qualquer youtuber com um certo tempo de estrada e compare o primeiro e o último vídeo.

A repetição é a mãe da habilidade, e isso não é diferente para os vídeos.

Aprendendo com os mestres

Uma boa forma de aprender a fazer vídeos é estudando o que está dando certo. Assine canais no YouTube tanto de autoridades do seu nicho quanto de assuntos diversos.

No site Social Blade, você pode conferir a lista atualizada com os canais brasileiros com maior número de inscritos.

Além disso, você pode encontrar canais que tratam exclusivamente sobre o processo de criação de vídeos. Eu recomendo, para começar, a playlist Tudo Sobre Como Fazer Vídeos, do Michael Oliveira:

Lembre-se, no entanto, de que a evolução só virá com a prática. Ninguém aprende a nadar lendo livros sobre natação. O mesmo vale para a gravação de vídeos.

Se você fica intimidado em frente às câmeras (high five!), comece fazendo vídeos bem simples, curtos e que nem precisam ir ao ar.

Recapitulando: por que usar vídeos na sua estratégia de conteúdo

Estatísticas sobre vídeos

De forma resumida, as repostas para a pergunta por que usar vídeos na minha estratégia de conteúdo? incluem:

  • Vídeo é o formato que mais se aproxima da forma de comunicação natural do ser humano.
  • Por que usar vídeos aumenta a conexão entre você e o seu público-alvo, o engajamento da sua audiência tende a crescer.
  • Com isso, crescem as chances de que seu público realize as chamadas para ação que você fizer, aumentando a conversão em até 80%.
  • Além disso, os conteúdos em vídeo tendem a atrair muito mais gente para o seu projeto, já que o YouTube é o segundo maior buscador do mundo e o Google privilegia conteúdos que agreguem vídeos.
  • A parte mais difícil de produção de conteúdo você já fez nos últimos posts do curso Presença Digital de Zero a Dez. Gravar um vídeo sobre o mesmo conteúdo é bastante simples.
  • A única maneira de melhorar o seu desempenho na gravação de vídeos é estudando e praticando.
  • Por isso, comece a gravar vídeos hoje mesmo, ainda que não vá publicá-los.

A conclusão que fica para reflexão é que vídeo não é o futuro, mas sim o presente da comunicação.

Plano de Ação 3.10

Ao final de cada aula do curso Presença Digital de Zero a Dez, ofereço uma série de tarefas específicas para você executar.

A ideia é não ficarmos apenas na teoria, mas partirmos para transformar, na prática, projetos em realidade.

As tarefas estão numeradas de forma sequencial desde a primeira aula, para que alguém que chegue no meio da jornada possa se localizar com facilidade.

Tarefa #30: Grave um vídeo hoje mesmo

A tarefa aqui é bem objetiva, agora que você já saber por que usar vídeos. Pegue o conteúdo que você produziu nas últimas tarefas do curso e simplesmente grave um vídeo sobre o mesmo assunto.

Você não precisa publicá-lo. Mas precisa gravar hoje mesmo.

O vídeo pode ser tão simples quanto você lendo o texto que produziu, com a câmera e o microfone do seu smartphone.

Ou pode ser um curso de vídeos curtos para o Instagram ou Snapchat. A única regra é que você apareça em frente à câmera falando sobre seu conteúdo.

Essa é a única maneira de obter desenvoltura com vídeos. Siga fazendo isso com seus diversos conteúdos, até sentir que seus vídeos têm qualidade suficiente para ir ao ar.

Incremente o seu checklist de produção de conteúdo

Nesta etapa de produção de conteúdo do curso Presença Digital de Zero a Dez, estamos produzindo uma planilha e um checklist para orientar a sua criação.

Agora, acrescente ao seu checklist os seguintes itens acionáveis:

  • Incorporar ao post um vídeo próprio ou de terceiro

Na sexta etapa do curso (“Relacionando-se com seus seguidores”), nós teremos aulas específicas sobre como criar e manter um canal no YouTube. E aí falaremos de detalhes mais técnicos para a produção de vídeos.

Você saber não apenas por que usar vídeos, mas como os produzir.

Até lá, siga aprimorando a sua desenvoltura em frente à câmera, acompanhando os mestres, estudando e principalmente gravando continuamente vídeos simples.

Na próxima aula do curso, continuaremos estudando elementos visuais e veremos como fazer um infográfico perfeito. Vejo você lá!

Walmar Andrade
Perguntas dos alunos