10 passos práticos para você criar a melhor Página Sobre da internet

10 passos práticos para você criar a melhor Página Sobre da internet

Página Sobre

Se você tem um site e quer criar uma maior conexão com seu público-alvo, existe uma solução simples e eficiente: montar uma Página Sobre bem elaborada.

Em vez de passar horas escrevendo conteúdos que se perderão com o passar do tempo, concentre seu esforço em elaborar a Página Sobre perfeita.

Uma página que conte a sua história pessoal, os valores do seu site e os benefícios que você traz para o seu nicho de mercado.

A vantagem?

É que a Página Sobre está sempre lá. No topo do seu site, abrindo o seu menu de navegação.

E ela continuará sendo acessada diariamente, por todo mundo que cai no seu hub digital e se interessa em saber mais sobre você e o seu projeto.

Nesta aula, que faz parte da etapa Construindo Autoridade do curso Presença Digital de Zero a Dez, eu vou explicar passo a passo como montar uma Página Sobre relevante, criar uma conexão maior com a sua persona e aumentar a taxa de fidelidade e de retorno dos seus visitantes.

Eu também vou mostrar como grandes sites de sucesso utilizam essa estratégia para gerar mais links, visitas e negócios realizados.

Eis o que vamos ver nas próximas linhas:

Tudo certo para começarmos? Vamos em frente.

Por que criar uma Página Sobre bem elaborada

Página Sobre

No curso Presença Digital de Zero a Dez, estamos vendo em detalhes como você pode transformar uma paixão pessoal sua em um lucrativo negócio a partir de uma forte presença digital.

A base para tal transformação é o chamado marketing de conteúdo, conforme definido pelo Content Marketing Institute:

Marketing de Conteúdo é uma abordagem estratégica de marketing focada em criar e distribuir conteúdos de valor, relevantes e consistentes para atrair e reter uma audiência claramente definida, e, ultimamente, para levar os clientes a ações lucrativas.

Se existe um pilar fundamental para o sucesso de uma estratégia de marketing de conteúdo, esse é o pilar do relacionamento entre o criador dos conteúdos e o seu público-alvo.

Você pode falhar em diversos outros fundamentos, mas se conseguir se relacionar bem com as pessoas que decidem lhe seguir na internet, metade do caminho estará trilhado.

E aí entra a importância da Página Sobre.

A Página Sobre é como estamos chamando a página de apresentação. O lugar no seu site onde estará contida a sua história, a descrição do seu projeto e os benefícios que ele pode trazer para o seu público.

Essa é uma página que, tradicionalmente, fica no primeiro lugar de um menu de navegação. Que aparece em todas as páginas do seu site. E que, por isso mesmo, é bastante acessada.

Se você já tem um site com uma página sobre, confira na sua ferramenta de estatísticas se ela não aparece entre as mais acessadas. É bem provável que sim.

Entendida a importância da página sobre, vejamos em detalhes o que ela deve conter.

Os 7 elementos essenciais de uma Página Sobre perfeita

Embora existam diversas formas de se criar uma Página Sobre que cumpra seus objetivos, existem alguns elementos essenciais que aparecem em 9 entre 10 páginas de apresentação de sites de sucesso:

  1. Título
  2. Storytelling
  3. Fotos e Vídeos
  4. Benefícios para a persona
  5. Prova social
  6. Meios de conversão para relacionamento
  7. Chamada para ação

Vamos ver cada um desses elementos em detalhes, observando como eles são aplicados em sites que aplicaram o inbound marketing com sucesso.

1. Título

Título da Página Sobre

O primeiro elemento está presente em praticamente todas as páginas de apresentação que você visitar. E em 99% delas ele será mal utilizado.

Duvida?

Então faça o teste. Entre aleatoriamente em alguns sites e clique na página de apresentação. Muito provavelmente você irá se deparar com títulos pobres, tais quais:

  • Quem somos
  • Sobre mim
  • Sobre Nós
  • Apresentação
  • Missão, Visão e Valores

Por favor, não faça isso.

A Página Sobre é importante demais para que você desperdice o único elemento que provavelmente todos irão ler.

Então, em vez de cair na preguiça e utilizar títulos pobres, utilize as mesmas estratégias ensinadas na aula sobre títulos, que vimos na Etapa 3 (Produzindo Conteúdo) do curso Presença Digital de Zero a Dez.

Para não perder nada do curso, cadastre seu email no formulário abaixo:

Descubra o método de 10 etapas que qualquer pessoa pode usar para criar presença digital e transformar seu hobby no seu trabalho começando do zero hoje mesmo.

Exemplos de bons títulos (e como eles poderiam ser melhorados)

Henrique Carvalho é uma das maiores referências no Brasil quando o assunto é marketing de conteúdo.

Em vez de desperdiçar o título de sua página sobre com algo do tipo “Sobre mim”, veja como ele utiliza esse espaço:

Sobre Viver de Blog

O título da página explica ao mesmo tempo não apenas o que a Viver de Blog faz, mas também como o usuário pode se beneficiar disso.

Neste exemplo, um subtítulo também é utilizado para reforçar o benefício apresentado no título.

O Henrique poderia ir além, aproveitando o título do vídeo incorporado do YouTube para apresentar um terceiro benefício.

Outros bom exemplo de título é o do professor de inglês Mairo Vergara, que ativa o gatilho mental da curiosidade com um título aparentemente contraditório:

Sobre Mairo Vergara

Note que nesta página existe primeiro um título pobre e só depois temos a chamada realmente interessante. O ideal seria o contrário.

2. Storytelling

Página de Apresentação História Storytelling

Depois de prender a atenção do leitor com um bom título, você deve contar uma história.

Ou seja, em vez de escrever aquele texto frio e institucional do tipo “quem somos, o que fazemos e nossos valores”, prefira relatar de modo mais pessoal os caminhos que o levaram a criar o site.

Aqui é o lugar ideal para você utilizar a estrutura do monomito, ensinada na aula sobre Storytelling também na Etapa 3 (Produzindo Conteúdo) do curso Presença Digital de Zero a Dez.

Um herói se arrisca a sair do seu dia-a-dia comum para uma região de maravilha sobrenatural; forças fabulosas estão lá para ser encontradas e uma vitória decisiva está a ser ganhada; o herói volta a partir desta misteriosa aventura com o poder de conceder bênçãos sobre seus companheiros. ~ Joseph Campbell em O Herói de Mil Faces

Lembre-se de que o seu foco, aqui, é criar conexão com o público-alvo.

Isso quer dizer que você não deve ficar se gabando do seu estado atual, especialmente se for bem sucedido.

Ao contrário, deve reforçar na história os percalços, os obstáculos que encontrou no caminho, os erros que cometeu.

As pessoas se conectam mais facilmente quando percebem honestidade e humanidade do outro lado da tela. E nada mais humano do que cometer erros.

Para escrever uma história que realmente gere conexão, utilize o brand key que você já deve ter preenchido na Tarefa #5 e analise o que a sua persona valoriza de acordo com o mapa de empatia que fez na Tarefa #48.

Contar história pessoal ou institucional?

Nas duas últimas aulas do curso, falamos sobre marketing pessoal e branding.

Nelas, discutimos sobre os dilemas de investir em marketing pessoal ou na marca da empresa.

Afinal, o seu projeto deve ser baseado na sua figura humana ou em uma marca institucional?

A despeito das vantagens e desvantagens de cada opção, o elemento essencial do storytelling deve continuar presente na sua página sobre.

Claro que é mais fácil contar uma história e gerar conexão com uma história pessoal.

No entanto, lembre-se de que empresas também são formadas por pessoas. Assim, se você optou por investir na marca da empresa, conte a história das pessoas que criaram a organização.

Assim você consegue gerar empatia mesmo entre pessoas e uma marca institucional.

3. Fotos e Vídeos

Página Sobre Foto

Em um dos primeiros livros sobre usabilidade para internet já publicados, Jakob Nielsen defendia ferozmente que toda Página Sobre deveria conter uma foto do autor do site.

Nielsen já percebia que a internet era uma rede de pessoas. E que pessoas se conectam com pessoas.

Utilizar uma foto pessoal sua ou das pessoas que fazem a sua empresa é um complemento perfeito para a história que está sendo contada na Página Sobre.

Veja como Pat Flynn, do Smart Passive Income, utiliza fotos em sua página de apresentação:

Sobre Pat Flynn

Atualmente, existe um meio ainda mais poderoso de gerar conexão entre o autor de um site e o seu público-alvo. Gravar vídeos.

Os mesmos elementos que você utilizar para gerar o texto de uma Página Sobre podem servir para o roteiro de um vídeo em que você se apresenta, explica os benefícios do site para a sua persona e ainda conta a sua história.

A vantagem aqui é que as pessoas ouvirão a sua história com o seu modo de falar, vendo a sua cara, observando todos os sinais da comunicação não-verbal.

Quase ninguém utiliza vídeos com essa estratégia. Assim, se você quer realmente ter uma página Sobre que se destaca da multidão, invista em um bom vídeo de apresentação.

4. Benefícios para a persona

Benefícios da Página Sobre

Na Tarefa #3 deste curso, você criou uma persona, um representante ideal do seu público-alvo.

Vamos relembrar a definição dada por Tony Zambito:

Personas são arquétipos (modelos), representações baseadas em pesquisa para entendermos o que os compradores são, o que eles estão tentando realizar, que objetivos orientam o seu comportamento, como eles pensam, como eles compram, e por que eles tomam decisões de compra. ~ Tony Zambito

Um erro presente em muitas páginas de apresentação é justamente o foco excessivo no próprio autor.

Ao acessar uma Página Sobre, o visitante provavelmente está querendo resposta para duas perguntas:

  1. Quem está por trás desse site?
  2. O que há de bom para mim aqui?

Quase todas as páginas de apresentação focam em oferecer a primeira resposta, mas pecam em satisfazer a segunda.

Se você tem um nicho de mercado bem definido, sabe bem quais são as dores, os problemas e os obstáculos que os componentes desse nicho possuem.

Logo, você deve explicar na sua Página Sobre como você e o seu site poderão ajudar aquela persona a resolver esses problemas.

5. Prova Social

Prova Social

Ok, agora você já se apresentou, contou sua história e explicou como pode trazer benefícios para as pessoas que compõem o seu nicho de mercado.

Mas, por que elas devem acreditar em você?

Aqui entra o gatilho mental da prova social, o elemento que mostra as razões pelas quais o visitante deve acreditar que aquele site realmente pode trazer soluções para o problema dele.

Existem diversos tipos de prova social:

  • Formação acadêmica
  • Experiência profissional
  • Portfolio
  • Estudos de caso
  • Ter percorrido determinada transformação, com documentação dos estados de antes e depois
  • Depoimentos
  • Quantidade de seguidores em redes sociais
  • Aparições na imprensa

Quais delas você deve utilizar? Todas as que joguem a seu favor.

Por exemplo, se você tem uma boa formação acadêmica, mas poucos seguidores nas redes sociais, pode exibir o seu currículo em vez de colar ícones do Facebook ou do Twitter com meia dúzia de gatos pingados.

Lembre-se de que o objetivo da prova social é simplesmente comprovar o que você está dizendo. Não é uma exibição egocêntrica de feitos que pouco tenham a ver com a história que está sendo contada.

6. Meios de conversão para relacionamento

Conversão e Captura

Por tudo o que já foi dito até aqui, a Página Sobre é um excelente lugar para transformar um visitante casual em um seguidor fiel.

Pense comigo. A pessoa não apenas de alguma maneira chegou ao site. Ela também se interessouem saber quem está por trás daquele projeto, a ponto de acessar uma página especificamente para isso.

Essa pessoa tem uma probabilidade muito maior de ser convertida em um seguidor do que alguém que não demonstrou tal interesse.

Desde que seja fácil para ela realizar tal conversão. Ou seja, desde que estejam presentes na própria Página Sobre os meios para se tornar um seguidor e/ou para entrar na sua lista de emails.

E que meios seriam esses?

Eis alguns exemplos:

  • Caixas de captura de email ao longo da página
  • Links para as suas redes sociais
  • Oferta para receber notificações

Além desses, é recomendável você ter instalado em todo o seu site pixels de remarketing, como os oferecidos por Google e Facebook.

Assim, futuramente, você pode fazer campanhas de tráfego pago especificamente para pessoas que visitaram a sua Página Sobre e que, portanto, em teoria, conhecem melhor você e estão mais propensas a realizar uma conversão.

7. Chamada para ação

Página Sobre CTA

Não basta você ter o meio de conversão presente na sua Página Sobre. É preciso que você indique ao visitante o que você quer que ele faça a seguir.

Essa chamada para ação (conhecida como CTA, sigla para a expressão inglesa call to action) deve estar na própria página de apresentação e também na página de destino após o meio de conversão.

Por exemplo, se o visitante se cadastra na sua lista de emails, para onde ele é direcionado após o cadastro?

Nessa página de destino o ideal é haver uma chamada para ação indicando o que você recomenda que ele faça em seguida.

Aqui você pode indicar os seus melhores conteúdos, oferecer uma recompensa digital ou já fazer o seeding para algum produto ou serviço que venha a ofertar no futuro.

Como montar uma página Sobre perfeita em 10 passos práticos

WIreframe Página Sobre

O gráfico acima mostra a arquitetura básica de uma Página Sobre com os 7 elementos essenciais.

Se você vem acompanhando o curso Presença Digital de Zero a Dez e leu atentamente sobre os elementos essenciais, já sabe como montar a sua Página Sobre perfeita.

Se não, vamos facilitar as coisas e gerar um roteiro básico para a criação:

  1. Revise a persona que você criou na Tarefa #3 e o brand key que você elaborou na Tarefa #5
  2. Abra o Mapa de Empatia que você preencheu na Tarefa #48
  3. Escreva uma história de apresentação com base na estrutura do monomito explicada na aula sobre Storytelling
  4. Acrescente os benefícios que o visitante terá ao acessar o seu hub
  5. Utilize o processo de criação de títulos que você elaborou na Tarefa #28 para criar um título que sintetize sua história e apresente os benefícios (utilize um subtítulo se necessário)
  6. Insira fotos pessoais que apresentem quem está por trás do site, complementem a história e gerem conexão com a sua persona
  7. Se possível, grave um vídeo e incorpore-o no topo da página, contando a história e apresentando os benefícios
  8. Inclua provas sociais que joguem a seu favor e deem razões para o visitante acreditar na história que está sendo contada
  9. Implemente meios de conversão como capturas de email e links para redes sociais ao longo da página
  10. Faça uma chamada para ação para indicar o que o visitante deve fazer em seguida

Seguindo esses dez passos práticos, você terá uma Página Sobre de qualidade superior a 99% das páginas de apresentação que existem por aí.

E aí pode se preparar para o que vem em seguida…

O que esperar quando você criar a sua página de apresentação ideal

Métricas da Página Sobre

Você seguiu os dez passos e agora já tem no ar a sua Página Sobre perfeita.

O que fazer a seguir?

Medir e aprimorar.

Na Tarefa #45, você definiu as métricas a serem acompanhadas no seu Google Analytics.

Espere algumas semanas com a nova página no ar e analise as métricas especificamente na sua Página Sobre.

Se você tinha uma página no ar antes, pode inclusive comparar os números.

Algumas métricas que devem ser acompanhadas de perto:

  • Quantidade de tempo na página
  • Quantidade de submissões do formulário de captura de emails
  • Quantidade de cliques nos links para as redes sociais
  • Quantidade de comentários, se houver
  • Quantidade de visualizações e percentual de retenção do vídeo de apresentação, se houver
  • Tempo de carregamento da página
  • Percentual de pessoas que saem do site depois da Página Sobre

Com esses dados em mãos, você pode mês após mês aprimorar a sua Página Sobre.

Por exemplo, se perceber que as pessoas ficam pouco tempo na página ou não assistem o vídeo de apresentação até o final, talvez seja o caso de reescrever a história.

Caso não haja muitas submissões no formulário de captura de emails, talvez seja o caso de oferecer alguma recompensa digital.

Se o tempo de carregamento da página estiver muito alto, pense em otimizar as suas imagens.

Cada detalhe irá contribuir para que cada vez mais pessoas do seu público-alvo tornem-se seguidores fiéis, que futuramente irão recomendar seu trabalho, contratar você ou comprar algum de seus produtos.

É uma estratégia que requer paciência e aprimoramento constante, mas que paga dividendos no longo prazo.

Plano de Ação 4.5

Ao final de cada aula do curso Presença Digital de Zero a Dez, ofereço uma série de tarefas específicas para você executar.

A ideia é não ficarmos apenas na teoria, mas partirmos para transformar, na prática, projetos em realidade.

As tarefas estão numeradas de forma sequencial desde a primeira aula, para que alguém que chegue no meio da jornada possa se localizar com facilidade.

Tarefa #52: Publique a sua Página Sobre perfeita

A tarefa agora é você criar a sua Página Sobre, caso não tenha uma, ou a reformular, caso já exista uma.

Se você for reformular, o ideal é ou manter o mesmo endereço ou criar um redirecionamento para evitar links quebrados no seu site.

Para cumprir a tarefa, siga os 10 passos que vimos acima:

  1. Revise a persona que você criou na Tarefa #3 e o brand key que você elaborou na Tarefa #5
  2. Abra o Mapa de Empatia que você preencheu na Tarefa #48
  3. Escreva uma história de apresentação com base na estrutura do monomito explicada no post sobre Storytelling
  4. Acrescente os benefícios que o visitante terá ao acessar o seu hub
  5. Utilize o processo de criação de títulos que você elaborou na Tarefa #28 para criar um título que sintetize sua história e apresente os benefícios (utilize um subtítulo se necessário)
  6. Insira fotos pessoais que apresentem quem está por trás do site, complementem a história e gerem conexão com a sua persona
  7. Se possível, grave um vídeo e incorpore-o no topo da página, contando a história e apresentando os benefícios
  8. Inclua provas sociais que joguem a seu favor e deem razões para o visitante acreditar na história que está sendo contada
  9. Implemente meios de conversão como capturas de email e links para redes sociais ao longo da página
  10. Faça uma chamada para ação para indicar o que o visitante deve fazer em seguida

Como passo extra, defina uma data para analisar as métricas e aprimorar a sua Página Sobre.

Uma vez a cada três meses é o mínimo para se manter sempre no estado da arte.

Bibliografia deste artigo

Livro #36: Tribos

Tribos, livros de Seth Godin

Tribos: Nós precisamos que você nos lidere, de Seth Godin, não é um livro especificamente sobre como montar uma Página Sobre.

É sobre como contar uma história, conectar uma tribo e liderar um movimento. É justamente o que você quer quando utiliza esse modelo de página de apresentação.

Trata-se de um livro curto, no qual Godin apresenta diferentes histórias e mostra as estruturas que levaram essas histórias a gerar uma conexão entre seus autores e os respectivos públicos-alvos.

Walmar Andrade
Perguntas dos alunos

2 comentários