Os caminhos de migalhas de pão

Lembra a história de João e Maria, na qual o garoto marcava o caminho na floresta jogando migalhas de pão para não se perder e saber o caminho de volta para casa? Pois o pequeno conto infantil, quem diria, deu a idéia para a criação da chamada navegação estrutural. É da história e João e Maria que veio o nome breadcrumb trails ou, em bom português, caminhos de migalhas de pão.

Os breadcrumb trails nada mais são do que a seqüência de links que o usuário percorreu – ou supostamente percorreu – para chegar onde está. Geralmente são encontrados acima dos títulos, num formato como Home > Tecnologia > Notícias > Microsoft lança Internet Explorer 7.

Se usados da maneira adequada, com diferenciação nas cores dos links visitados, as migalhas de pão podem ser um bom acessório para a experiência do usuário, principalmente em sites com muitas páginas e diferentes níveis de profundidade.

Embora seja chamado de navegação estrutural, os breadcrumb trails ajudam o usuário a se localizar dentro da estrutura do site, respondendo a três perguntas fundamentais definidas por Jakob Nielsen em Projetando Websites: onde estou? onde estive? aonde posso ir?

No livro Design para a internet: projetando a experiência perfeita, o autor Felipe Memória conclui, a partir de uma pesquisa para o mestrado, que os breadcrumb são mais utilizados como instrumento de localização do que de navegação.

A forma tradicional e mais usada para o recurso é chamada de location breadcrumbs. Existem também os path breadcrumbs, que mostram exatamente o caminho percorrido pelo usuário, e não uma representação determinada anteriormente de um possível caminho definido pelos arquitetos do site. Geralmente, os path breadcrumbs só podem ser usadas em sites programados, que vão fazendo um histórico das páginas visitadas pelo usuário.

Além de ajudar a localizar o usuário dentro da estrutura do site, acredito que os breadcrumb trails tenham grande importância principalmente para usuários que vêm de links externos, como do resultado de uma busca no Google, por exemplo. Nesta forma, o usuário cai no site de pára-quedas, em uma página interna com assunto específico que estava procurando, mas pode facilmente se localizar através do caminho declarado na página.

Não são todos os sites que precisam usar este tipo de recurso, mas o desenvolvedor deve pensar em lançá-lo sempre que quiser uma navegação bem estruturada e fácil para o usuário. E se é bom para o usuário, não há motivos para deixá-lo de lado.

Walmar Andrade
Perguntas dos alunos

13 comentários
  • Realmente Breadcrumb foi uma das coisas que aprendi nos últimos meses por conta desse livro muito legal do Felipe Memória, de que msou fã do trabalho dele que vem desenvolvendo na Globo.
    Essa ténica auxilia muito os usuários e procuro colocá-los nos meus projetos, apesar da maioria deles ainda ter pouca profundidade da navegação, e sempre que possível, usarei em meus projetos.
    Parabéns pelo trabalho à você também Walmar. []´s

  • Realmente Breadcrumb foi uma das coisas que aprendi nos últimos meses por conta desse livro muito legal do Felipe Memória, de que msou fã do trabalho dele que vem desenvolvendo na Globo.
    Essa ténica auxilia muito os usuários e procuro colocá-los nos meus projetos, apesar da maioria deles ainda ter pouca profundidade da navegação, e sempre que possível, usarei em meus projetos.
    Parabéns pelo trabalho à você também Walmar. []´s

  • Realmente Breadcrumb foi uma das coisas que aprendi nos últimos meses por conta desse livro muito legal do Felipe Memória, de quem sou fã do trabalho dele que vem desenvolvendo na Globo.
    Essa ténica auxilia muito os usuários e procuro colocá-los nos meus projetos, apesar da maioria deles ainda ter pouca profundidade de navegação, e sempre que possível, usarei-os.
    Parabéns pelo trabalho à você também Walmar. []´s

  • Ótima opção de estrutura nas informações. Imagine você num grande portal, quantas páginas (sub categorias) você acesseu num determinado assunto? Realmente sem o método breadcrumb trails, fica muito dificil voltar a uma determinada página.

  • Recentemente escrevi um artigo sobre breadcrumbs http://goo.gl/1XSWv

    Acredito que ajudam muito a navegação do site e a localização exata do usuário na página, recomendo também a leitura do Livro “Design para a internet: projetando a experiência perfeita”

    Parabéns 😉