A relação entre o preço de desenvolvimento e o preço de manutenção

Algumas vezes clientes que recebem propostas de desenvolvimento e manutenção de websites comparam os valores e soltam frases como “Mas o preço do desenvolvimento é quase o da manutenção. Em dez meses, eu teria um site novo!”.

A resposta para uma afirmação desse tipo na verdade deve ser uma pergunta. “Ora, e quem disse que o desenvolvimento é mais importante do que a manutenção?”. Tomemos como exemplo este site aqui. Foi mais fácil desenvolver o Fator W ou escrever seus quase 200 artigos?

Convenhamos. Comparativamente, desenvolver um projeto é geralmente mais fácil do que manter um site de sucesso ao longo do tempo.

Claro que, quando eu digo manter, não quero dizer dar uma olhada no site uma vez por semana para ver se a hospedagem está ok. Eu falo aqui de monitoramento proativo.

Além das questões técnicas da manutenção, o time gestor de um site tem que se preocupar com inúmeros outros item que podem e devem ser bem remunerados.

A saber: atualizar o conteúdo, analisar as métricas para descobrir falhas de usabilidade, alterar dados que mudam com o tempo, otimizar o site para mecanismos de busca, implementar melhorias com os avanços da tecnologia, divulgar o site, responder os formulários de contato…

Na minha visão, a manutenção de qualidade em sites é deixada muito em segundo plano tanto por clientes quanto por desenvolvedores.

O resultado são empresas querendo reformular totalmente seus sites de ano em ano (ou então deixá-los jogados ao relento) e desenvolvedores se matando para conseguir clientes para desenvolver novos sites todo mês.

Não seria mais inteligente fechar contratos de manutenção que garantissem um maior retorno do investimento para o cliente e também uma quantia fixa no orçamento do desenvolvedor?

Conteúdos relacionados

Perguntas & Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. O problema é meter isso na cabeça dos clientes, a maioria acha que um site é algo que depois de feito estára funcionando e atual para sempre.

  2. Existe uma diferença entre manter o site e fazer a manutenção de um site. Manutenção e o processo de manter o site funcionando, mantendo back-ups, administração do servidor etc.. Manter um site é o processo de criar 300 artigos para o site. São coisas diferentes com custos e objetivos totalmente diferentes.

  3. Falando em manutenção de sites, alguém sabe onde eu posso encontrar algum tipo de contrato para manutenção de sites?

    []s

  4. Há algum tempo atrás comecei a vender sites com essa filosofia de manutenção. Concordo que é bem mais difícil de convencer os clientes, entretanto, obtive menos reclamações e insatisfações da parte deles. Fica bem mais fácil gerenciar, aprimorar e analizar o retorno obtido com o site e passar isso para o cliente. Ganha-se menos inicialmente, mas prefiro manter clientes mensais do que passar noites trabalhando para não estourar o prazo do projeto. Sem contar que os clientes ficam bem mais satisfeitos.

  5. Muito interessante o artigo. Realmente é complicado convencer o cliente que o retorno de um investimento de um site é obtido gradualmente. E para tanto é necessário um trabalho diário dos gestores do projeto para manter a qualidade e requisitos de acessibilidade, compatibilidade, etc..
    Na minha opnião os preços devem ser cobrados de forma distinta, ou seja, fundamenta-se porque está cobrando aquele preço pelo desenvolvimento e da mesma forma, explica porque está cobrando aquele valor pela manutenção e o que será feito mensalmente.

  6. Essa qustão depende muito de quem está pagando pelo site. Empresários com boa visão de mercado sabem que é importante manter um site atualizado, e que só através deste processo poderão levar seus visitantes até as novidades da empresa. Tem Excelentes produtos novos e um site que só mostra uma linha de produtos antigos é o mesmo que não ter conhecimento nenhum de marketing. Tenho clientes que já me perguntam de cara quanto fica a manutenção do site. Aliás já gosto de deixar este fator bem claro no início do projeto. Costumo comparar os sites com carros, sem manutenção nenhum dos dois funciona bem… A maioria esmagadora entende a idéia.

    Claro que também não é possível cobrar um valor absurdo de manutenção quando se trocam apenas algumas linhas de texto ou fotos. Neste caso eu fixo uma tabela de valores de acordo com as áreas a serem atualizadas. Ou seja, uma nova página no site custaria XXX, já a alteração de um texto ou até mais de um custaria XX… E assim por diante. Funciona perfeitamente. Basta executar o serviço e apresentar o relatório. Pronto, dinheiro na conta…

    Abraços!

  7. Problema é fazer cliente entender isso, muitas vezes faze-lo fechar o projeto é complicado…rs

    Walmar linkei você lá no meu blog, vale a pena a propaganda 😉

    Abraços

  8. Outro problema é como fazer a manutenção.

    Quer dizer, uma coisa é mudar um texto ou corrigir uma tabela…

    Outra coisa é ter que mudar uma estrutura de alguma página interna.

    A manutenções que levam 1 minuto e outras algumas horas…

    É complicado esse ponto. Ainda penso nele 😉

    FALOW !

  9. estou entrando nesse ramo agora e esses comentários são otimos prá quem está começando.. muito legal!!

  10. Eu queria saber de vocês o que acham da minha situação: Eu recebo R$ 420 por mês para trabalhar 8 horas por dia, de Segunda a Sexta, das 8:30 às 16:00, mas isso agora, porque estou fazendo um curso à noite, o normal seria até as 17:00. Bom, tenho que atualizar todos os dias o site, com umas 50 páginas, algumas páginas incluem conteudo multimedia como videos e fotos, por semana eu coloco umas 40 fotos e uns 14 videos, mais ou menos. Não uso Css, nem banco de dados, trabalho só, e tenho medo de multiplicar o trabalho, por isso me encolho. O que vocês acham?

  11. Trabalho na área comercial de uma empresa e meu papel é vender contratos de serviços de hospedagem, manutenção e desenvolvimento de websites (institucionais, catálogos e lojas virtuais). Cobramos mensalidades sobre a manutenção e hospedagem mas o desenvolvimento não é cobrado. Muitos clientes não entende que terão à disposição a manutenção do website no decorrer da parceria contratual e não vêem vantagem no negócio. Eu acredito que esse tipo de informação postada aqui é importante para formação de argumentos comerciais, o que ajuda muito na hora de negociar. Abraços.

  12. Me vejo em muitos casos que foram apresentados aqui. Minha preocupação na hora de oferecer o serviço de criação de sites era possibilitar a atualização das informações pelo próprio cliente. Isso era até um diferencial na hora de fechar o negócio, mas tenho visto que praticamente nenhum deles utiliza a ferramenta de atualização das notícias do site. Algumas áreas não tem como o cliente atualizar, por serem mais complexas. Mas o que no fechamento do contrato ele via como uma vantagem, depois do site pronto eles simplesmente desconsideram a possibilidade de investir um tempo para publicar textos sobre lançamentos de produtos, etc.

    Agora estou planejando uma abordagem a estes clientes para oferecer uma proposta de manutenção do conteúdo. Algo que ajuda o cliente a entender a importância disso é mostrar os relatórios de estatísticas de visita quando uma notícia é publicada no site, e reverte em acessos via Google.

    Vamos ver se é possível mudar um pouco a percepção dos clientes quanto a isso.