Como divulgar um post sem fazer spam nem gastar muito dinheiro: 20 opções que geram resultados

Como divulgar um post sem fazer spam nem gastar muito dinheiro: 20 opções que geram resultados

Como divulgar um post

Se você passa mais tempo no seu próprio site do que no site dos outros, definitivamente não sabe como divulgar um post.

Se você estiver realmente interessado em crescer o seu projeto na internet, precisa distribuir o seu conteúdo pela rede de maneira efetiva.

Precisa trabalhar ativamente para que as pessoas conheçam e divulguem o conteúdo que deu tanto trabalho para ser feito.

A pergunta que mais escuto entre produtores de conteúdo iniciantes é: como divulgar meu conteúdo para criar uma presença na internet?

Quem não tem uma boa estratégia de conteúdo, acredita que só há dois caminhos. Spam ou tráfego pago.

Isso está longe de ser verdade. Por isso, nesta aula do curso Presença Digital de Zero a Dez vamos ver:

  • Por que saber como divulgar um post é primordial
  • Como divulgar um post sem fazer spam nem gastar demais
  • 20 lugares para você divulgar o seu conteúdo
  • Como divulgar um post investindo em anúncios
  • Automatizando sua divulgação
  • Como divulgar um post com um checklist personalizado

Primeiro vamos entender por que o trabalho de divulgação é essencial.

Por que saber como divulgar um post é primordial

Por que divulgar um post

Durante esta terceira etapa da curso Presença Digital de Zero a Dez, eu acompanhei com você um minucioso passo a passo para criarmos um post.

Fomos do absoluto zero até a revisão final, passando por:

  1. Planejamento do conteúdo
  2. Pesquisa de palavras-chave e análise do que já existe na internet
  3. Definição da história a ser contada
  4. Estruturação do post em tópicos e subtópicos
  5. Redação de introdução, desenvolvimento e conclusão
  6. Criação do título
  7. Ilustração com imagens, vídeos e/ou infográficos
  8. Revisão pré-publicação e pós-publicação

Agora imagine que tudo isso adiantará de muito pouco se você não se empenhar em aprender como divulgar um post de maneira efetiva.

A verdade é que, se esperar passivamente que o Google encontre seu site para gerar tráfego orgânico, você dificilmente vai obter os resultados de que precisa.

Tráfego de busca orgânica é bom. Mas ele varia muito e não necessariamente traz a persona adequada para o modelo de negócio do seu nicho de mercado.

Para atrair pessoas tão específicas, você precisa divulgar o seu conteúdo de forma cirúrgica.

E é isso o que vamos aprender agora.

Como divulgar um post sem fazer spam nem gastar demais

Como divulgar um post sem fazer spam

Existe um mito de que, para saber como divulgar um post na internet, você precisa ou fazer spam ou gastar muito dinheiro com anúncios.

Isso está longe de ser verdade.

Fazer spam é a pior estratégia de como divulgar um post. Você pode até conseguir alguns cliques, mas em compensação obterá uma legião de pessoas que te veem como um mala sem alça.

Já gastar muito dinheiro com anúncios só vale a pena se eles estiveram dando um retorno objetivamente superior ao que você está gastando.

Nós falaremos mais sobre compra de tráfego via anúncios na Etapa 6 do curso Presença Digital de Zero a Dez.

Por isso, é importante que você cadastre seu e-mail para receber todos os conteúdos do curso de modo organizado.

Descubra o método passo a passo e 100% online que qualquer pessoa pode usar para transformar seu hobby no seu trabalho começando do zero hoje mesmo.

Nesta aula especificamente, vamos listar o passo a passo que você deve tomar para saber como divulgar um post que acabou de produzir de diversas formas.

E a primeira delas é na sua lista de emails.

20 lugares para você divulgar o seu conteúdo

1. Lista de e-mails

Lista de emails

As pessoas que subscrevem a sua lista de emails merecem ser avisadas de que existe uma nova publicação no seu site.

Isso porque foram elas que demonstraram, ativamente, interesse em receber esse tipo de atualização de sua parte.

Utilize o que você aprendeu no post sobre como escrever títulos para criar um assunto que faça com que o seu e-mail seja aberto, explorando o gatilho mental da curiosidade.

No corpo do e-mail, explique de forma resumida do que trata o novo conteúdo. Antecipe também os benefícios que o seu público vai ter ao acessar o post.

Lembre-se de colocar de forma clara o link para o seu post. Ele pode aparecer duas ou três vezes na sua mensagem.

Lembre-se, também, de incluir a chamada para ação que você definiu no seu planejamento de conteúdo.

A estratégia do reenvio de Noah Kagan

Uma maneira de aumentar os cliques da sua lista de e-mails para o seu novo conteúdo é reenviar a mensagem 48 ou 72 horas depois do envio original.

Essa estratégia foi divulgada por Noah Kagan e resultou em um aumento médio de 11% a mais de e-mails abertos por post divulgado.

Algumas vezes, o público (especialmente o da sua lista) até quer acessar seu novo post.

Mas você pode ter enviado o e-mail em horário inconveniente para alguns. Ou a pessoa apagou sem querer. Ou o e-mail não chegou.

Há diversas possibilidades.

Então essa estratégia de como divulgar um post repetindo o e-mail consiste em:

  1. Aguardar 48 ou 72 horas.
  2. Segmentar na sua lista todas as pessoas para quem a mensagem original foi enviada, porém não aberta.
  3. Alterar o assunto do e-mail: se o original foi mais emocional, tente um mais racional. E vice-versa.
  4. Verificar se é preciso mudar algo no conteúdo.
  5. Disparar o novo e-mail.

Como só receberá o novo e-mail quem não abriu o anterior, a pessoa não terá que ler duas vezes a mesma mensagem.

O que pode acontecer é que o destinatário se irrite com a quantidade de e-mails e se descadastre da sua lista.

Mas isso é uma coisa boa. Afinal, se ele não quer receber mais seus e-mails, não faz sentido ficar na sua lista gerando custos a você e aborrecimentos para ele.

2. Fanpage no Facebook

Como divulgar um post no Facebook

Depois que o e-mail tiver sido enviado para a sua lista, compartilhe também o seu post na fanpage do seu projeto no Facebook.

As pessoas que curtiram a sua página podem, assim, receber a notificação da novidade.

O algoritmo do Facebook não mostra todas as publicações para todos que curtiram a fanpage. Por isso muitos recomendam que você compartilhe na data da publicação e repita um mês depois.

Por isso, dependendo do seu orçamento, pode ser uma estratégia impulsionar a sua publicação pagando para ter um alcance maior no Facebook, explorando um pouco de tráfego pago.

Para que isso faça sentido, você precisa ter métricas claras para saber se está obtendo um retorno maior do que o investimento realizado.

Se você utiliza WordPress e tem a versão premium do plugin Yoast SEO, pode visualizar de antemão como o seu post aparecerá no Facebook (e no Twitter) quando for compartilhado.

Se preferir que o post seja divulgado assim que você publica no WordPress, experimente o plugin Next Scripts: Social Networks Auto-Poster.

Ele pode divulgar de uma só vez o seu post no Facebook, Twitter, Instagram, Google+, Pinterest, LinkedIn, Blogger, Tumblr e outras 22 redes.

Outra opção, que fica fora do WordPress e por isso consome menos recursos do seu site, é o site If This Then That.

3. Facebook pessoal

Se no seu perfil você possui muitos amigos que se encaixam no público-alvo que definiu na Tarefa #3 deste curso, pode ser uma boa compartilhar o novo post também no seu Facebook pessoal.

O processo é bem fácil. É só você compartilhar o que antes saiu na sua fanpage, podendo acrescentar algum comentário, se assim desejar.

4. Outras fanpages

Você pode também fazer buscas no Facebook para encontrar fanpages que tratem de temas relacionados ao assunto do seu post.

Mande uma mensagem para os administradores mostrando o seu conteúdo. Se eles acharem que o post vai ajudar os seguidores da fanpage, pode ser que você ganhe uma divulgação gratuita.

Isso não vai funcionar com concorrentes diretos. Mas existem páginas no Facebook que não são de empresas ou de projetos, e sim de pessoas que simplesmente têm interesse em um tema.

É nessas que você deve focar.

5. Grupos do Facebook que tratem do assunto

Só divulgue o seu post em grupos do Facebook se você for um usuário ativo do grupo.

Isso quer dizer: só divulgue lá se você participa do grupo, comentando as postagens, ajudando outros membros, indicando materiais diversos etc.

Caso contrário, se você só aparece no grupo para divulgar seu próprio material, estará simplesmente fazendo spam. Sendo inconveniente. Ainda que o tema do post seja de interesse do grupo.

Não há uma critério objetivo de quantidade de participações versus divulgações, mas a regra do 80/20 sempre pode ser aplicada. No entanto, seu bom senso deve prevalecer.

6. Grupos de Whatsapp

Divulgar no Whatsapp

Você participa de grupos temáticos de Whatsapp? Que tratem do assunto sobre o qual você acabou de publicar?

Então aproveite para divulgar seu post lá também. As regras aqui são as mesmas dos grupos do Facebook: não faça spam. Só divulgue se você efetivamente participa do grupo.

7. Fóruns e sites de perguntas

Divulgar em fóruns e Yahoo! Respostas

Se você tem o costume de frequentar fóruns sobre determinado tema, avalie a possibilidade de divulgar seu artigo lá.

A melhor maneira para divulgar em fóruns é procurando tópicos nos quais o seu post possa servir como fonte para esclarecer alguma dúvida ou enriquecer o debate.

Existem também sites de perguntas e respostas, como o Yahoo! Respostas, que têm uma lógica semelhante à dos fóruns.

Siga as mesmas regras de divulgação que valem para os grupos do Facebook e do Whatsapp.

8. Comentários em blogs

Comentários em blogs

Aqui é o mesmo caso dos fóruns.

Você precisa encontrar um blog sobre o tema tratado no seu post e precisa participar ativamente dos comentários, não apenas divulgando seu conteúdo.

Quando se deparar com alguma dúvida ou pedido (do autor ou de outros comentaristas), veja se não é possível utilizar o seu texto para ajudar a pessoa.

Responda diretamente no comentário, de forma resumida, o ponto que você quer passar. E explique que detalha melhor esse ponto no texto completo.

Note como isso é completamente diferente de sair fazendo spam nas caixas de comentários de todo e qualquer blog que você encontra por aí.

9. Google+

Como divulgar no Google+

Eu sei. Ninguém usa o Google+.

Mas ele (ainda) existe.

E é a rede social do maior buscador do mundo, que leva em consideração a quantidade de “plus”, comentários e compartilhamentos que o seu post recebe.

Se não quer “perder tempo” com ele, ao menos configure o plugin Next Scripts: Social Networks Auto-Poster para postar lá assim que o seu post for publicado pelo WordPress.

10. Twitter

Divulgar um post no Twitter

Existem alguns nichos de mercado que utilizam bastante o Twitter, notadamente os de tecnologia, de cultura pop e de comunicação.

Veja se vale a pena fazer uma divulgação ativa no Twitter ou se é melhor automatizar o compartilhamento por lá via plugin.

Como o Twitter é muito dinâmico, compartilhe o seu post não apenas na hora da publicação, mas também algumas horas depois, no dia seguinte, na semana seguinte e no mês seguinte.

O risco aqui é o seu perfil se tornar apenas um feed de notícia, sem nenhum outro tipo de publicação que não seja divulgações dos seus artigos.

Para evitar isso, considere manter um perfil mais ativo, seguindo pessoas do seu nicho e interagindo com elas.

Uma maneira de encontrar no Twitter pessoas que tratam do mesmo tema que você é utilizando a ferramenta Follower Wonk da Moz, que possui versão gratuita.

O Twitter também tem um sistema de anúncios em que você pode pagar para divulgar o seu tweet especificamente para pessoas do seu público-alvo.

11. Instagram

Divulgar meu blog no Instagram

No Instagram, você também pode divulgar o seu artigo de maneira criativa.

A falta de link complica um pouco, mas é possível contornar isso atiçando a curiosidade dos seus seguidores. Só quem tem muitos seguidores consegue colocar links no Instagram Stories.

Você pode fazer teasers em fotos e vídeos antecipando o conteúdo que será publicado.

Pode responder comentários e esclarecer pontos nos vídeos curtos, conhecidos como nuggets. Pode transformar trechos do texto em imagens e postar lá.

O sistema de anúncios do Facebook também permite que você compre divulgação no Instagram, inclusive com direito a link para o seu post.

12. Snapchat

O Snapchat pode ser usado da mesma forma como os vídeos do Instagram.

Ele provavelmente não trará tráfego direto para o seu artigo, mas é uma forma de se manter em contato com o público e antecipar futuros conteúdos.

O uso do Snapchat sofreu um abalo com a criação do Instagram Stories, então avalie se vale a pena postar em um, no outro, ou em ambos.

13. Linkedin

Divulgar meu blog no Linkedin

O Linkedin não é apenas uma rede para exibir o seu currículo.

Nela, também é possível publicar conteúdos.

A dica aqui é você fazer publicações menores, mais voltadas para a atuação profissional, e linkar para o seu conteúdo completo.

O Linkedin também tem alguns grupos de discussão, então você pode adotar as mesmas diretrizes dadas para os grupos de Facebook.

Há opção de anúncios também no Linkedin, mas eles só valerão a pena se o seu nicho de mercado for bastante relacionado com o tema da rede.

14. Pinterest

Divulgar no Pinterest

Você usou imagens ou infográficos bonitos e/ou personalizados no seu post?

Então por que não os divulgar no Pinterest e atrair mais algum público para o seu conteúdo?

A rede de imagens não possui tantos usuários quanto o Facebook, mas tem uma boa quantidade de pessoas que a utilizam rotineiramente.

Além das imagens do seu post, você pode “pinar” também as imagens que criar para a divulgação no Instagram.

15. Redes sociais de nicho

Existem diversas redes sociais especializadas em um único tema.

Se o seu nicho de mercado possui alguma dessas redes, avalie a possibilidade de entrar nelas e observar as regras de comportamento.

Como são muito específicas, crescem as chances de uma divulgação lá atrair exatamente a persona que você deseja para o seu projeto.

Você também pode derivar o seu conteúdo para atingir outras redes, como Tumblr e Medium. Mas nunca publique o mesmo conteúdo do seu post.

16. Referências do post

Durante a pesquisa de palavras-chave, você foi orientado a analisar o conteúdo já existente na internet sobre o assunto.

É muito provável que, nessa pesquisa, tenha obtido fontes de informação para o seu artigo. É até possível que as tenha citado no texto.

Se esse for o caso, entre em contato com as pessoas que você citou.

Boa parte delas gosta de ser mencionada e podem até divulgar espontaneamente o seu artigo, que as coloca como uma autoridade no assunto.

O contato pode ser tão simples quanto um tweet ou algo mais completo, como um e-mail direto para a pessoa.

17. Sites que complementam o seu conteúdo

Se o seu novo conteúdo trata de um tema e você conhece outra página que fala sobre um assunto relacionado, procure divulgar o seu conteúdo para o outro autor.

Caso o seu post seja realmente bom (e eu acredito que é), o autor da outra página provavelmente não terá problemas em acrescentar um link para o seu post.

Isso não apenas fortalece a sua divulgação como também indica para os mecanismos de busca que outros sites estão confiando no seu trabalho.

Assim como no caso das fanpages, seus concorrentes diretos dificilmente vão te divulgar.

Mas você pode encontrar outros sites, especialmente os educacionais, que gostariam de enriquecer o próprio conteúdo linkando posts interessantes.

18. Imprensa

Você produziu um conteúdo quente o suficiente para merecer ser noticiado pela imprensa?

Então que tal entrar em contato com jornalistas e veículos para divulgar o seu conteúdo?

Essa estratégia não funciona com todo e qualquer post, mas pode ser uma opção se o seu trabalho realmente se destacar.

Fiz isso certa vez quando criei a rede social Mude.vc e acabei saindo na Record, no SBT e na Globo:

Caso leve essa divulgação adiante, escreva um release com todas as informações para o jornalista.

Não faça propaganda do seu conteúdo, mas sim destaque os benefícios que o público daquele veículo de imprensa terá ao conhecer o seu conteúdo.

19. Guest Post Derivado

Guest Post é o nome que se dá aos textos que o autor de um site publica no site de outrem do mesmo nicho.

A técnica do Guest Post já foi muito utilizada para a divulgação de blogs, sempre com excelentes resultados.

Você jamais deve publicar o mesmo conteúdo do seu post no blog de outra pessoa. Mas pode muito bem pegar um tópico do seu novo conteúdo e desenvolver um texto derivado.

Esse texto derivado deve seguir o mesmo processo de produção de conteúdo que vimos nas Tarefas #20 a #34 do curso Presença Digital de Zero a Dez.

O ideal é que o Guest Post seja melhor do que o post original. Só assim para você ter boas chances de ser publicado, especialmente em blogs grandes.

O essencial, aqui, é que no guest post derivado você se lembre de linkar o artigo original. E de publicar em um site com público-alvo parecido.

Se o seu texto for publicado, você também deve divulgá-lo em todas as suas redes.

20. Amigos

Por fim, não deixe de lado o poder de influência dos seus próprios amigos.

Peça aos amigos mais próximos para divulgar o seu post nas redes sociais deles.

Se você publica muito e não quer importunar demais, crie uma espécie de rodízio entre os seus amigos mais próximos, pedindo uma forcinha só uma vez por mês ou menos.

Com isso, crescem as chances de o seu post ser compartilhado na web.

Como divulgar um post investindo em anúncios

Como divulgar um post com anúncios

Acabamos de ver como divulgar um post em pelo menos 20 lugares diferentes.

Alguns deles, no entanto, possuem sistemas de anúncios. Isto é, você pode pagar para divulgar o seu conteúdo.

Entre as plataformas de tráfego pago mais famosas do momento, temos:

  • Facebook Ads, que veicula anúncios no Facebook e no Instagram
  • Google Adwords, que mostra anúncios nos produtos do Google e nos sites parceiros que usam o programa Google AdSense
  • boo-box/ftpi, que exibe anúncios em uma rede de publishers parceiros
  • Twitter Ads
  • Linkedin Ads, se o seu conteúdo for mais voltado para aspectos profissionais
  • YouTube Ads, para anúncios em vídeos que serão pulados pelo espectador depois de 5 segundos 😛

Essas são apenas algumas opções.

Você pode nem utilizar essas plataformas e comprar espaço publicitário diretamente em algum site ou perfil do seu nicho de mercado.

O importante aqui é que você tenha métricas objetivas para avaliar se o retorno é maior do que o seu investimento em anúncios.

Na Etapa 6 do curso Presença Digital de Zero a Dez, veremos em detalhes como explorar o tráfego pago nos principais sistemas de anúncios.

Automatizando sua divulgação

buffer-app

Como você percebeu, existem diversas formas de como divulgar um post.

Por isso eu disse na abertura deste artigo que você deve passar mais tempo no site dos outros, divulgando seu conteúdo, do que no seu próprio projeto.

Mas existe uma forma de otimizar a sua divulgação: automatizando processos.

Se você utiliza o WordPress, uma maneira simples é instalar citado plugin Next Scripts: Social Networks Auto-Poster.

Utilize-o para automatizar a publicação nas redes onde você passa menos tempo, como o Google+ ou Twitter, por exemplo.

Outra opção é você usar ferramentas de gestão de redes sociais, como Buffer.

Com o Buffer, dá para programar suas postagens no Facebook, Twitter, Instagram, Pinterest e Linkedin.

Você pode definir os horários em que quer postar e ir fazendo uma fila de publicações, que serão liberadas nos horários predeterminados.

O próprio Buffer sugere o múltiplo compartilhamento do seu post da seguinte forma:

Como divulgar um post com Buffer

  • Twitter: ao publicar, duas horas depois, no dia seguinte, na semana seguinte e no mês seguinte.
  • Facebook: ao publicar e no mês seguinte.
  • Google+: ao publicar, na semana seguinte e no mês seguinte.
  • Tumblr: duas horas após a publicação.

Além disso, o Buffer possui um sistema de estatísticas para ajudar a descobrir quais os melhores horários de postagens de acordo com a sua audiência, além de revelar quais os conteúdos que estão gerando maiores engajamentos.

Outro software útil para gerir redes sociais é o Hootsuite, que faz basicamente a mesma coisa que o Buffer, porém com uma interface menos amigável, na minha opinião.

Como divulgar um post com um checklist personalizado

Checklist de divulgação de posts

A esta altura do curso, você deve ter percebido que sou um grande fã de checklists.

Com esse tipo de lista, é possível otimizar o tempo e ter processos claros para cada etapa de uma estratégia de marketing de conteúdo.

Por isso, apresento agora o checklist de divulgação de conteúdo que você deve copiar e adaptar para o seu projeto:

  1. Disparar um e-mail na lista de e-mails
  2. Programar e-mail para 72 horas depois direcionado ao segmento da lista que não abriu o primeiro e-mail
  3. Publicar na fanpage do Facebook: na hora publicação e agendar para um mês seguinte
  4. Compartilhar no Facebook pessoal
  5. Buscar fanpges sobre o tema no Facebook e enviar mensagem ao administrador divulgando o conteúdo
  6. Publicar em grupos relacionados do Facebook, se fizer parte ativamente
  7. Divulgar em grupos relacionados no Whatsapp, se fizer parte ativamente
  8. Responder tópicos em fóruns e sites de perguntas, complementando com o link do post
  9. Responder comentários em blogs, complementando com o link do post
  10. Publicar no Google+: na hora da publicação e agendar para semana seguinte e mês seguinte
  11. Publicar no Twitter: na hora da publicação, 2 horas depois, no dia seguinte, na semana seguinte e no mês seguinte
  12. Buscar no Follower Wonk perfis influentes e tweetar para eles
  13. Buscar no Twitter quem esteja precisando de ajuda com o tema do post
  14. Divulgar imagem no Instagram
  15. Fazer um vídeo no Instagram Stories
  16. Fazer um vídeo para o Snapchat
  17. Publicar no Linkedin, destacando aspecto profissional
  18. Publicar no Pinterest, se houver imagem original ou infográfico
  19. Publicar em redes sociais de nicho, se for o caso
  20. Entrar em contato com as pessoas mencionadas no post
  21. Entrar em contato com sites que complementam o conteúdo do post
  22. Enviar release para a imprensa, se o conteúdo for relevante a tal ponto
  23. Analisar possibilidade de escrever um guest post derivado em blog do mesmo nicho
  24. Pedir para amigos divulgarem o post
  25. Avaliar custo benefício de fazer uma divulgação paga do post

Plano de Ação 3.13

Ao final de cada aula do curso Presença Digital de Zero a Dez, ofereço uma série de tarefas específicas para você executar.

A ideia é não ficarmos apenas na teoria, mas partirmos para transformar, na prática, projetos em realidade.

As tarefas estão numeradas de forma sequencial desde a primeira aula, para que alguém que chegue no meio da jornada possa se localizar com facilidade.

Tarefa #37: Defina o seu checklist de divulgação de conteúdo

Com base no checklist acima, adapte um roteiro para ser utilizado sempre que for divulgar um post.

Automatize o que for preciso e acompanhe os resultados para ver em que lugares vale a pena gastar mais tempo (e talvez dinheiro) fazendo a divulgação.

Tarefa #38: Divulgue o seu post

Nas Tarefas #34 e #36, você revisou, publicou e revisou novamente o post que vínhamos produzindo desde o começo da etapa de Produção de Conteúdo do curso Presença Digital de Zero a Dez.

Agora, chegou a hora de você divulgar esse post, com o checklist que acabou de criar.

Para saber como divulgar um post adequadamente, observe as regras e códigos de conduta de cada lugar onde você for fazer a divulgação.

Na próxima aula do curso, veremos como aumentar ainda mais a sua presença on-line vendo como transformar o seu texto em diversos outros formatos de conteúdo explorando o marketing viral.

Até lá!

Bibliografia deste artigo

Livro #29: Contágio – Por que as coisas pegam

Contágio: Por que as coisas pegam (livro)Por que alguns conteúdos viralizam na internet e outros não? Quais os motivos de um certo texto se espalhar com muito facilidade e outro parecido cair no ostracismo?

São questões como essas que Jonah Berger analisa em Contágio: Por que as coisas pegam.

Esse é um livro curtinho que ajuda você a entender melhor os tipos de conteúdo que tendem a se espalhar na web. Embora não exista uma fórmula para produzir um conteúdo viral, há padrões que se repetem e que podem ser inteligentemente explorados.

Compreender tais padrões pode ajudar muito na sua jornada para saber como divulgar um post.

Walmar Andrade
Perguntas dos alunos