Como criar uma lista de emails e ter acesso direto ao seu público-alvo em apenas 5 passos práticos

Como criar uma lista de emails e ter acesso direto ao seu público-alvo em apenas 5 passos práticos

Como criar uma lista de emails

Se você não sabe como criar uma lista de emails, com certeza está perdendo dinheiro todo dia.

Se você estiver realmente interessado em criar presença digital para transformar seu hobby em um negócio digital, precisa ter uma forma de entrar em contato com o seu nicho de mercado. Sem intermediários!

Uma lista de emails é mais valiosa do que centenas de fãs no Facebook. Do que milhares de seguidores no Instagram. Do que milhões de assinantes no YouTube.

Caso você ainda não esteja seguro de que, mesmo nos dias atuais, o email ainda é a melhor forma de comunicação com a sua audiência, simplesmente olhe ao redor.

Todos, absolutamente todos, os grandes players de marketing de conteúdo investem em saber como construir uma lista de emails cada vez maior e mais responsiva.

Eu também era cético sobre o poder de uma lista de emails. Até conhecer os bastidores de diversos casos de sucesso que baseiam praticamente todo o seu faturamento nesse tipo de lista.

Nesta aula do curso Presença Digital de Zero a Dez, vou mostrar uma explicação passo a passo sobre como criar uma lista de emails só com pessoas interessadas no seu nicho. Veremos em detalhes:

  • Por que criar uma lista de emails
  • O que é uma lista de email marketing
  • Como criar uma lista de emails responsiva em 5 passos práticos
  • Qual ferramenta utilizar para gerenciar sua lista de emails
  • O que acontece quando você tem uma lista de emails responsiva

Comecemos pelo porquê.

Por que criar uma lista de emails

Por que criar uma lista de emails

Se você está na internet há muitos anos, como eu, já deve ter visto o nascer e morrer de diversas modinhas.

AOL, mIRC, ICQ, Orkut, MySpace, MSN Messenger… cada um deles viveu um auge em que tínhamos certeza de que aquilo iria durar para sempre.

A mesma sensação que temos hoje com Facebook, Instagram, YouTube e Twitter.

Entretanto, muitos deles se foram ou são hoje insignificantes.

Apenas uma forma de comunicação vem resistindo desde o advento da internet: o email.

Para se ter uma ideia, o formato do email como conhecemos, com uma arroba entre o nome do usuário e o domínio, foi inventado em 1971! Antes mesmo da internet!

E, se você prestar bem atenção, para ter uma conta em qualquer uma dessas redes e serviços você precisa ter um endereço de email.

Diferente do que acontece nas listas de seguidores nas redes sociais, uma lista de emails funciona sem intermediários.

Se você fizer tudo certo, não haverá nada entre você e a sua audiência.

Nenhum algoritmo vai decidir quais das suas mensagens aparecerão para o seu público.

Como criar uma lista de emails é essencial para aumentar sua audiência

Como construir listas de emails

Na aula sobre marketing direto que abriu esta quinta etapa do curso Presença Digital de Zero a Dez, expliquei os três tipos de potenciais clientes que existem:

  1. O que sabe que precisa do produto e procura esse produto.
  2. O que sabe que precisa do produto, mas não está procurando por ele.
  3. O que não sabe que precisa (mas precisa!) do produto e nem está procurando por ele.

Em regra, esses tipos de potenciais clientes dividem-se como uma pirâmide.

Os clientes tipo 1 estão no topo e em menor quantidade. Os clientes tipo 2 estão no meio. E os clientes tipo 3, em muito maior quantidade, estão na base.

Funil de Vendas

Para o primeiro tipo de cliente, tudo o que você precisa fazer depois de o encontrar é apresentar a sua oferta. Afinal, ele já está procurando pelo produto.

Quase todos os negócios anunciam para esse tipo de cliente, justamente por ser o mais fácil de converter.

Isso abre um espaço enorme para quem sabe anunciar para os dois outros tipos de potenciais clientes.

No entanto, como esses outros dois tipos de potenciais clientes não estão procurando pelo produto, não adianta apresentar uma oferta para eles.

O que fazer, então?

Educá-los para que eles se conscientizem de que precisam do seu produto o serviço.

Isso é feito em pelo menos três passos:

  1. Você gera valor e faz uma chamada para ação, de forma que o próprio potencial cliente lhe dê o contato dele.
  2. Através desse contato, você cria relacionamento, gerando mais valor em forma de informação que resolva ou amenize os problemas do cliente potencial.
  3. Você faz a oferta.

Aí está a importância de saber como criar uma lista de emails.

Quando você constrói uma lista de pessoas interessadas no seu nicho de mercado, potencializa os lucros do seu negócio de duas formas:

  1. Aumentando o faturamento: visto que, com uma lista sem intermediários, você aumenta a frequência da conversa com a sua audiência e aumenta o ticket médio dos seus produtos após a educação resultante da interação na lista.
  2. Diminuindo os custos: à primeira vista, pode parecer que criando uma lista você terá mais custos pagando uma ferramenta de email marketing. Se você analisar bem, contudo, verá que manter uma lista é uma forma mais barata de se comunicar com a sua audiência do que pagar por anúncios toda vez que quiser entrar em contato com o seu público.

Entendida a importância de saber como criar uma lista de emails, vamos ver exatamente o que é essa lista.

O que é uma lista de emails

O que é lista de emails

Na curso Presença Digital de Zero a Dez, estamos vendo passo a passo como você pode criar um negócio digital com base nos princípios do marketing de conteúdo.

Nesse contexto, uma lista de emails é uma série de endereços de emails fornecidos espontaneamente pelas próprias pessoas interessadas nos conteúdos do seu nicho de mercado.

Em regra, esses contatos são fornecidos em troca de alguma recompensa digital oferecida em uma página de captura.

O importante aqui é que esses emails foram fornecidos por vontade própria das pessoas que deram seus endereços.

Isso é o contrário de comprar uma lista de emails ou de garimpar esses endereços por meio de bots ou outras técnicas similares.

Quantidade versus Qualidade

Como construir uma lista de emails

Quando se aprende como criar uma lista de emails, você precisa ter ciência de um erro que a maioria das pessoas comete.

O erro de considerar que uma lista maior é necessariamente melhor.

Se você utilizar tráfego pago, técnicas de coywriting e gatilhos mentais agressivos, pode criar uma lista de emails enorme do dia para a noite.

Só que isso não quer dizer nada.

Por que o que realmente importa não é a quantidade de emails da sua lista, mas sim a responsividade dessa lista.

E isso pode ser matematicamente comprovado.

Responda rápido, o que é melhor: uma lista de 100 mil emails com 1% de taxa de abertura ou uma lista de 10 mil emails com 10% de taxa de abertura?

A princípio, você pode achar que tanto faz, afinal nos dois casos só mil pessoas estão abrindo os seus emails.

O problema é que, no primeiro caso, você estará gastando muito mais para manter uma lista enorme e correndo maior risco de ser coniderado um spammer pelos serviços de emails.

Ou seja, você gastou mais para construir sua lista e agora está gastando mais para mantê-la, sem ter um retorno adequado.

Por isso, mais do que focar na quantidade de emails da lista, você deve ter atenção para ver como anda a responsividade da lista: o engajamento, a taxa de abertura e a taxa de cliques.

E as listas de seguidores nas redes sociais?

O que é uma lista de emails

As listas de seguidores nas redes sociais também são uma forma de você entrar em contato com a sua audiência.

Todavia, essas redes sociais possuem algoritmos que decidem quais mensagens enviadas irão aparecer.

Ou seja, nem todos os seus seguidores verão o que você posta nas redes. Nem pagando você consegue garantir que todos os seus seguidores vão receber suas mensagens.

Por conta desse intermediário, você deve sempre buscar buscar fazer com que seus seguidores nas redes sociais também assinem a sua lista de emails.

Vamos ver, então, como construir uma lista de emails dessa forma.

Como construir uma lista de emails responsiva em 5 passos práticos

Existem cinco passos essenciais para você saber como construir uma lista de emails responsiva:

  1. Definir que tipo de pessoa você quer na sua lista.
  2. Criar uma recompensa digital para que as pessoas se cadastrem na sua lista.
  3. Construir uma página de captura.
  4. Gerar tráfego para essa página de captura.
  5. Relacionar-se continuamente com a sua lista.

Vejamos cada um desses passos isoladamente.

1. Definir que tipo de pessoa você quer na sua lista

Persona

Logo na Tarefa #2 deste curso, você foi instruído a selecionar um nicho de mercado.

Um nicho de mercado nada mais é do que um conjunto de pessoas que possuam um interesse comum. De preferência o mesmo interesse que você. Quanto mais específico for esse interesse, melhor.

Por exemplo. Digamos que você é um instrutor de autoescola que se interessa em descobrir porque algumas pessoas possuem medo de dirigir.

Lidar com essas pessoas, fazê-las perder o medo de dirigir, é a sua grande paixão.

Mesmo quando não está trabalhando, você gosta de observar essas pessoas. De ler sobre o assunto, de descobrir técnicas que as ajudem a perder o medo.

Você tem aí um nicho de mercado, um problema bem específico. E pode casar a sua paixão com esse nicho de mercado e criar um negócio bastante lucrativo.

A definição da persona

Logo depois da escolha do nicho, na Tarefa #3 você foi orientado a criar uma persona.

Uma persona é o representante ideal das pessoas que compõem um nicho. Ela não é uma pessoa real, mas um personagem que você vai criar utilizando os dados das pessoas reais que compõem o seu nicho.

É essa persona que você quer atrair para a sua lista de emails.

Para identificá-la, você deve responder perguntas como:

  • Quem são as pessoas que compõem o seu nicho de mercado?
  • Onde elas vivem?
  • Quantos anos têm?
  • Quanto ganham?
  • Em que trabalham?
  • São apenas homens, mulheres, ou ambos?
  • São casadas? Têm filhos?
  • O que essas pessoas vêem, escutam, falam, sentem em seus cotidianos?
  • Que programas e filmes assistem? Que músicas ouvem? Que redes sociais e sites acessam?
  • Quais as dores dessas pessoas?
  • Quais os objetivos delas, ou como elas pensam que podem superar essas dores?
  • Quais as palavras-chave que elas usam para encontrar a solução para essas dores na internet?
  • Como a sua paixão e o seu conhecimento podem ajudar a criar um produto ou serviço que faça a ponte entre essas dores e esses objetivos?

Na Tarefa #48, você viu como pode aprofundar o conhecimento da sua persona criando um mapa de empatia.

Com o mapa de empatia, você saberá exatamente o que oferecer como recompensa digital.

2. Criar uma recompensa digital para que as pessoas se cadastrem na sua lista

Recompensa Digital

Uma recompensa digital é algo que você dá à sua persona em troca do contato dela.

Você já caiu em alguma página que oferecia um ebook de graça só que, para baixá-lo, você tinha que dar o seu endereço de email?

Então você já conhece uma das mais efetivas técnicas de como criar uma lista de emails.

As recompensas digitais podem ser ebooks, checklists, vídeos, quizzes, workshops ou qualquer outro tipo de informação que gere valor para a sua persona.

Independente do formato, o que importa é que a sua recompensa digital baseie-se no mapa de empatia para cumprir um desses quatro objetivos:

  • Afastar a persona das dores do seu nicho.
  • Aproximar a persona dos sonhos do seu nicho.
  • Economizar tempo da persona.
  • Diagnosticar a situação da persona dentro do nicho.

Na próxima aula deste curso, veremos em detalhes como elaborar recompensas digitais que cumpram esses quatro objetivos.

3. Construir uma página de captura

Página de Inscrição

Uma página de inscrição ou página de captura é um endereço na internet no qual a sua persona poderá cadastrar o email para receber a recompensa digital.

A página de captura é a porta de entrada do seu funil de vendas.

Usualmente, essa página contem apenas quatro elementos prontamente visíveis:

  1. Chamada.
  2. Formulário de inscrição.
  3. Botão com chamada para ação.
  4. Imagem.

Essa página propositadamente tem poucos ou nenhum link, já que o seu objetivo é deixar o visitante com apenas uma decisão a tomar: cadastrar-se ou não.

Após a aula sobre recompensas digitais, teremos uma aula exclusiva sobre como montar e testar páginas de inscrição de alta conversão.

4. Gerar tráfego para essa página de inscrição

Gerar Tráfego

Com os três primeiros passos montados, a ação seguinte é gerar tráfego para essa página de inscrição.

Como falei mais acima, não se trata de qualquer tráfego.

Você tem que atrair exatamente as pessoas que você quer que estejam na sua lista de emails. Esse é o chamado tráfego qualificado.

Se você atrai uma pessoa que não tem problemas de peso para a sua lista de emails sobre como emagrecer, só estará gastando dinheiro para mantê-la na lista.

Provavelmente ela não vai se interessar nem nos conteúdos que você envia nem em um eventual produto ou serviço que você venha a oferecer.

Você pode atrair esse tráfego organicamente, mediante indicações ou por meio de anúncios pagos.

Esse assunto é tão complexo que teremos a próxima etapa do curso Presença Digital de Zero a Dez exclusivamente sobre geração de tráfego.

Descubra o método de 10 etapas que qualquer pessoa pode usar para criar presença digital e transformar seu hobby no seu trabalho começando do zero hoje mesmo.

Isso também acontecerá com o quinto e último passo…

5. Relacionar-se continuamente com a sua lista

Relacionamento

De nada adianta saber como construir uma lista de emails se você não se relacionar com as pessoas nessa lista.

Relacionar-se com a lista significa enviar conteúdos de valor e responder as pessoas que enviem mensagens para você.

Esses envios podem ser feitos:

  • Pontualmente: o que as ferramentas de email marketing chamam de campanha ou broadcast.
  • Por meio de uma sequência automática de mensagens: também chamada de autoresponder ou automação.

As sequências automáticas ajudam muito na consistência do seu calendário editorial, que é um dos pontos mais importantes para manter o relacionamento aquecido.

Automaticamente ou não, procure no mínimo enviar um email com conteúdo de valor pelo menos uma vez por semana.

Um grande erro que muitos cometem no marketing de conteúdo é criar uma lista de emails e só enviar mensagens quando têm algo a vender.

Se esse é o seu caso, a melhor maneira de reaquecer a sua lista é enviar um email assumindo a culpa, explicando por que você sumiu e pedindo para os interessados se recadastrarem ou confirmarem o interesse de continuar na lista.

O relacionamento com a lista será o tema da sétima etapa do curso Presença Digital de Zero a Dez.

Qual ferramenta utilizar para gerenciar sua lista de emails

Ferramentas de Email Marketing

Agora que você sabe como criar uma lista de emails, precisa escolher uma ferramenta de email marketing para gerenciar essa lista.

Existem dezenas de opções, todas elas com suas vantagens e desvantagens.

Se você pedir minha opinião pessoal, eu sugeriria Convertkit em primeiro lugar, caso você já queira pagar pela sua lista, e Mailchimp em segundo, caso você queira começar de graça.

Abaixo, na minha ordem de preferência pessoal, uma lista de ferramentas nacionais e internacionais para você mesmo pesquisar e tirar suas conclusões:

Ferramentas de email marketing internacionais

Ferramentas de email marketing nacionais

Conclusão: O que acontece quando você tem uma lista de emails responsiva

Como construir uma lista de emails

Nesta aula sobre como criar uma lista de emails, vimos a importância de ter um canal de comunicação direta com a sua audiência, sem intermediários.

E agora que você sabe como criar uma lista de emails, poderá obter dois efeitos que todo mundo quer: aumentar o faturamento e diminuir os custos.

Para que isso aconteça, você precisa seguir os cinco passos práticos: definir sua persona, criar uma recompensa, montar uma página de inscrição, gerar tráfego para essa página e começar a se relacionar com a sua lista.

Se você ainda não fez as Tarefas #2, #3 e #48 para definir a sua persona, agora é a hora.

Na próxima aula do curso veremos em detalhes o segundo passo sobre como criar uma lista de emails: a produção da sua recompensa digital.

Plano de Ação 5.4

Ao final de cada aula do curso Presença Digital de Zero a Dez, ofereço uma série de tarefas específicas para você executar.

A ideia é não ficarmos apenas na teoria, mas partirmos para transformar, na prática, projetos em realidade.

As tarefas estão numeradas de forma sequencial desde a primeira aula, para que alguém que chegue no meio da jornada possa se localizar com facilidade.

Tarefa #57: Contrate uma ferramenta de email marketing

Se você ainda não contratou uma ferramenta de email marketing na Tarefa #13, sua tarefa é contratá-la hoje mesmo.

Caso não tenha dinheiro para investir, crie uma conta gratuita no Mailchimp. Você não precisará pagar nada até que a sua lista tenha 2.000 emails cadastrados.

Se preferir já começar investindo, sugiro que teste o ConvertKit. Ou analise por conta própria as opções acima e escolha a de sua preferência.

Na próxima aula, sobre como criar uma recompensa digital, você já deve estar com a sua ferramenta de email marketing contratada, ok?

Até lá, deixe um comentário abaixo com suas dúvidas sobre como criar uma lista de emails.

Walmar Andrade
Perguntas dos alunos

7 comentários
  • Meu caro,

    FANTÁSTICA sua página, direta, objetiva e de grande valor para quem esta trabalhando com Marketing Digital.

    Parabéns!!!!!

  • Olá, Walmar !

    Excelente trabalho, estarei lendo todo o conteúdo do seu blog, mas o pouco que li no artigo do google analytics e neste já me surpreendeu.

  • Olá WALMAR ANDRADE, como vai…

    Me chamo Willians Sales e fiz questão de fazer esse comentário, pois tenho que dizer quando acho um conteúdo de extrema qualidade como o seu.
    Nesse momento tenho um pequeno ecommerce de produtos para bebê chamado Gestantes em Compras, onde trabalha muito e não anda nada bem.
    Então resolvi fazer um curso do Alex Vargas e estou fazendo.
    Mas, quando foi atrás da palavra Hobby, e encontrei seu blog, realmente encontrei quem fala a linguagem mais simples e direta que já vi na internet.

    PARABÉNS MESMO.
    Muito bem explicado qualquer assunto que vejo em seu blog, já li uma 8 páginas e não consigo parar de tão excelente que são.

    Desejo a você muito, mais muito sucesso mesmo.
    E, estou entrando nesse muito de Infoproduto e hoje, vi alguém que realmente faz conteúdos para pessoas comunas que se lerem cada posta (principalmente o seu Curso Hobby) garanto que terá um vasto conhecimento sobre marketing digital…

    Obrigado meu amigo.
    Que Deus o abençoe.
    Não te conheço, mas sei onde quero chegar e quando estiver lá, garanto que seu nome estará na lista de pessoas que farei questão de mencionar que me ajudarão a chegar lá…

    • Oi Willians,

      Muito obrigado pelas suas palavras! Muito gratificante saber que o conteúdo aqui publicado está ajudando alguém 🙂

      Conte comigo para o que precisar. Abraços!